,
> > > Guarda-corpos

REFERÊNCIAS /

Guarda-corpos

Um guarda-corpo é uma proteção instalada em sacadas, varandas, terraços, passarelas, mezaninos, rampas e escadas de edificações residenciais ou comerciais a fim de evitar que pessoas caiam de locais altos e abertos. De acordo com a Norma Técnica NBR 14.718/2008 – que regula esse tipo de estrutura e estabelece medidas de segurança –, eles são obrigatórios em qualquer desnível com mais de um metro de altura.

Geralmente, essas “barreiras” possuem uma estrutura vertical que as suporta, e podem ter elementos horizontais ligados aos verticais. Essa “moldura” que se forma pode ser fechada ou não, com tela ou vidro, por exemplo. Se o guarda-corpo proteger uma escada com tráfego intenso, um corrimão pode ser colocado na parte superior.

Essa espécie de parapeito precisa ser testada em laboratório, a fim de avaliar os esforços estáticos vertical e horizontal, além da capacidade de suportar impactos. Nos ensaios de impacto, em geral se coloca uma carga de 600 joules sobre a estrutura, de forma que ela se deforme e que o vidro se quebre. O ideal é que um prisma de 25 cm x 11 cm não passe pelos orifícios formados no vidro ou pelos espaços deformados. Ou seja, mesmo que o elemento esteja danificado, ele precisa continuar protegendo as pessoas de uma possível queda.

Materiais

Além da funcionalidade, o guarda-corpo tem sido cada vez mais aproveitado como item decorativo, sempre em harmonia com o restante do projeto. O arquiteto tem à sua disposição uma grande variedade de materiais (alvenaria, drywall, aço inox, ferro, alumínio, madeira e vidro), que podem inclusive ser combinados, como os pilares de metal com fechamento de vidro.

Para a escolha da matéria-prima, deve-se levar em consideração se a barreira ficará em um ambiente interno ou externo (sujeito à ação da chuva, por exemplo). Em jardins, uma balaustrada de concreto pintado pode fazer papel de guarda-corpo. O tipo de estrutura necessária também é um item que precisa ser avaliado. Por exemplo, numa escola, o elemento precisa ser feito com um material bastante resistente, pois as crianças podem se debruçar sobre ele.

Por deixar os ambientes mais leves, o vidro acaba sendo um dos materiais preferidos de arquitetos. A especificação do material deve ser feita de acordo com o projeto, mas vidros temperados e laminados costumam ser os mais recomendados, pois não estilhaçam em caso de quebra. Combinados com acabamento em alumínio ou inox, tornam-se uma ótima opção para casas de praia, devido à resistência a corrosão.

Independentemente do material escolhido para o guarda-corpo, a NBR 14.718/2008 determina que ele seja protegido contra oxidação. O aço, por ter elevada resistência mecânica, é um excelente elemento fixador, mas precisa receber um bom tratamento contra corrosão. A proteção galvânica contra corrosão é prevista na Norma quando há contato ente dois tipos de metal com potenciais diferentes, assim como para elementos de fixação e ancoragem.

Leia matéria completa sobre guarda-corpos no portal AECweb. E veja também: referências de escadas internas e as escadas externas

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo