> > > Adegas

REFERÊNCIAS /

Adegas

Não é de hoje que as adegas vêm ganhando espaço nos restaurantes, nas residências e nos apartamentos. As soluções e propostas são muitas, mas independente do projeto, ou do equipamento, o objetivo principal é o mesmo: conservar bebidas — especialmente o vinho, que melhora ao longo dos anos se for armazenado adequadamente, nas posição e temperatura ideais.

Além da funcionalidade, as adegas também cumprem papel decorativo e podem protagonizar a sala de estar, a varanda gourmet, ou até ganhar um ambiente só delas.
Confira nossa seleção de fotos e se inspire!

Espaço ideal

Para começar, o ambiente deve ser escuro; protegido contra insolações diretas — já que as altas temperaturas e a luminosidade são prejudiciais à armazenagem do vinho. Portanto, espaços subterrâneos e com face virada para o sul são ótimas opções.

A adega também não pode estar sujeita a trepidações — ambientes próximos a avenidas ou sob espaços de alto tráfego devem, portanto, ser dispensados.

Climatização

A temperatura ideal para conservar vinhos está entre 9°C e 18°C — o que pode variar conforme a diversidade e a especificidade das bebidas.

Como o ambiente dificilmente contará com grandes aberturas, o ar condicionado torna-se uma necessidade. O tipo split, feito para ambientes pequenos, é a melhor alternativa.

Além da temperatura, a umidade também deve ser controlada, pois níveis inferiores a 60% ou 70% ressecam as rolhas e oxidam o vinho. Umidificadores de ar são opções para esse caso, desde que não gerem calor.

O ideal é que a adega não tenha pé-direito alto — 2,3 m no máximo. Essa é uma solução de projeto que ajuda a reduzir o consumo de energia, pois haverá menor espaço físico para refrigerar e umidificar.

Posição

As prateleiras ou suportes devem ser projetadas de modo que as garrafas fiquem na posição horizontal – dessa forma, a rolha estará em constante contato com o vinho, o que contribui para sua conservação.

Iluminação e acabamentos

A luz pode estimular diversas reações químicas dentro de uma garrafa. Portanto, o projeto de iluminação deve evitar emissões diretas aos itens armazenados. O LED é a melhor opção porque não libera calor.

Com um ambiente devidamente climatizado e protegido, não há muito o que demandar dos revestimentos e acabamentos em questão técnica. Dessa forma, a escolha pode ser feita em função da estética.

A decoração da adega pode tirar partido de marcenarias, taças e garrafas de vinho. Revestimentos em tons escuros e com texturas rústicas se adequam melhor à composição do espaço.

Veja a adega do Restaurante Olga Nur

Se inspire na adega da Casa do Morro, de Eduarda Corrêa

novidadesfechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo