> > > Painéis

REFERÊNCIAS /

Painéis

Os painéis, além de visualmente atraentes, são funcionais e versáteis: podem servir de suporte para prateleiras, dividir cômodos, funcionar como mural de fotos ou lembretes, e, ainda, como base para enfeites. Por conta disso, eles têm sido cada vez mais incluídos em projetos arquitetônicos residenciais ou comerciais.

Muito comuns em salas de estar e de TV, os painéis combinam, ainda, com outros ambientes, como quartos e cozinhas, além de salas de reunião em prédios corporativos. Também podem decorar a fachada de uma casa.

Veja fotos no acervo da Galeria da Arquitetura.

O painel de madeira é um clássico, principalmente na sala, onde é usado como suporte para a TV – escondendo os fios – e prateleiras, ou simplesmente como recurso decorativo (fica lindo com um espelho!). Mas ele tem ganhado espaço também em quartos, substituindo a cabeceira da cama, e em cozinhas, atrás da pia, no lugar dos tradicionais armários, por exemplo.

Essa peça, que pode ter diversas texturas e tonalidades, deixa ambientes grandes mais aconchegantes. Pode ser combinada a paredes, sofás, roupas de cama e objetos decorativos (um vaso grande ou um quadro bem chamativo) com diferentes tonalidades: cores neutras, como branco, creme, caramelo e bege, para compor um espaço mais básico; roxo, verde ou azul para modernizar; ou rosa e laranja para dar um toque de ousadia.

A volta do elemento vazado

Os painéis vazados (também chamados de cobogós) – símbolo da arquitetura pernambucana e ícone dos anos 60 – estão em alta novamente. Feitos com blocos de cerâmica, porcelana, cimento, concreto, vidro ou argila em diferentes formatos e tamanhos, são uma solução charmosa, econômica e prática para decorar ou dividir ambientes (como a sala de estar da de jantar). Por esses materiais serem frágeis, é fundamental que uma barra de metal seja colocada a cada duas fileiras. E para reforçar ainda mais a sustentação, deve-se fazer uma junta de argamassa com cerca de 3 cm.

Esse tipo de painel, além de bastante charmoso, melhora a claridade do ambiente, pois permite a entrada de luz, e facilita a circulação do ar.

Painéis funcionais e decorativos

O perfurado (ou pegboard), feito de compensado com furos em colunas e fileiras, pode ser pregado na parede com qualquer tipo de gancho, presilha ou encaixe. É uma ótima opção para quem quer organizar o quarto, pois pode receber prateleiras, caixinhas, porta-coisas e até revisteiros. Para quem deseja apenas um item decorativo, é possível personalizar o pegboard com um desenho em ponto cruz (com uma imagem em mente, é só preencher os furos com fios de lã colorida em forma de “x”).

A versão de cortiça, bastante comum em escritórios, pode se tornar uma peça estilosa se encapada com tecido estampado ou colorido. Funciona como um mural de fotos ou recados, presos com tachinhas ou alfinetes.

É possível transformar a própria parede num painel, aplicando, antes da tinta, uma tinta magnética. Com a camada imantada formada, basta soltar a criatividade e “colar” nela fotos, ímãs, bilhetes etc. Ou criar uma lousa, onde podem ser escritos recados e feitos desenhos com giz colorido. Esse modelo deixa cozinhas, quartos de criança e escritórios mais descolados.

Se a ideia for apenas decorar o ambiente, pode-se optar pelos painéis de tecido colorido e com formas geométricas ou pelos de palha (que funcionam bem como divisória).

Leia também: Painéis metálicos oferecem isolamento termoacústico. E mais: Painéis termoisolantes garantem conforto térmico às edificações

novidadesfechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo