> > > Salas de descompressão

REFERÊNCIAS /

Salas de descompressão

Forte tendência atual nas empresas, as salas de descompressão estão cada vez mais presentes nos projetos de arquitetura corporativa. São espaços criados para que os funcionários possam descansar, relaxar e descontrair antes de voltarem às suas respectivas mesas com a “bateria” recarregada e boas ideias. Estudos já mostram que esse tipo de ambiente, ao proporcionar bem-estar, aumenta a produtividade dos profissionais.

Antes de projetar uma sala de descompressão é importante estudar a empresa, considerando a sua cultura, o espaço disponível e o tipo de decoração, entre outros fatores. O planejamento precisa ser cuidadoso, para que esse ambiente cumpra bem a sua função e para que os funcionários não percam o foco.

A palavra-chave desse tipo de sala é o relaxamento: ela deve ser convidativa para quem está precisando fazer uma pausa do trabalho ou descansar por alguns minutos. Nada impede que sejam usadas cores alegres e vibrantes em empresas de personalidade jovial. Já empresas mais tradicionais costumam optar por um ambiente sóbrio, adotando o uso de cores neutras e móveis clássicos e confortáveis.

O importante é que o espaço colabore para a descompressão dos seus usuários, com cadeiras ergonômicas, sofás e, no caso de uma decoração descontraída, pufes espalhados pelo chão. Pode-se recorrer, ainda, a elementos que entretenham os profissionais, como TV, mesa de sinuca ou pebolim, videogame, máquina de fliperama, livros, revistas, frigobar e máquina de snacks e de refrigerante.

Salas de descompressão podem ser projetadas também para escolas e universidades. Na Faculdade de Arquitetura da Unisociesc (Universidade Sociedade Educacional de Santa Catarina), esse espaço fica em um jardim no terraço do prédio. A decoração é clean, com sofás cinza e azul, pintura abstrata em tons frios na parede e concreto aparente no teto.

Espaços abertos

Empresas que possuem varanda ou terraço podem reservar um canto desses espaços para a sua sala de descompressão. A ventilação e a iluminação naturais são os pontos altos desse modelo.

Na sede do Grupo Dentsu Aegis Network, em São Paulo/SP, a varanda recebeu uma mesa de madeira com cadeiras coloridas, revestimento verde no piso e luminárias, para que o espaço também possa ser usado à noite.

Criatividade

A Xiaomi Brasil, fabricante chinesa de smartphones e tablets, usou a criatividade nas salas de descompressão de sua sede na capital paulista. Uma delas fica no meio do escritório, envolta por uma divisória transparente. A outra, mais isolada, é um contêiner com duas estantes de madeira e nichos forrados com colchonete e algumas almofadas, onde os funcionários cansados podem ler um livro ou tirar um cochilo.

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo