> > > Casa AL

Casa AL

Casa AL
Para manter-se no mesmo patamar da vista ampla e total para o mar, a Casa AL precisou ser erguida no terreno denso e baixo, ficando à altura da exuberante natureza Foto/Imagem:Fernando Guerra

À altura da paisagem

Com o privilégio de ter uma das mais belas vistas da cidade do Rio de Janeiro – a Pedra da Gávea, o maior bloco de pedra à beira mar do mundo –, a Casa AL reúne, ainda, tudo o que o morador mais exigente deseja em seu lar: o mar e a vegetação tropical da mata atlântica praticamente à sua porta.

O terreno bem localizado na costa do morro de São Conrado era muito denso e baixo, não oferecia essa vista ampla e total para o mar. Para chegar até ela, elevamos a casa, e isso valorizou o projeto Arthur Casas

Mas inseri-la com o melhor enquadramento nesse terreno privilegiado exigiu do arquiteto Arthur Casas criatividade. “O terreno bem localizado na costa do morro de São Conrado era muito denso e baixo, não oferecia essa vista ampla e total para o mar. Para chegar até ela, elevamos a casa, e isso valorizou o projeto”, expõe.

Programa enxuto

Com programa enxuto, o primeiro andar funciona como intermediário e reúne sala de estar e sala de TV, cozinha, cozinha gourmet integrada e sala de jantar. No pavimento superior estão escritório, suíte com closet e banheiro, que se abre para a vista mantendo a privacidade. Há, também, um SPA aberto. No piso inferior ficam duas suítes de hóspedes, área de serviços e um apartamento munido de uma segunda cozinha. “Há uma leveza na casa que é refletida no próprio programa, porque ele é aberto e simples”, reflete Marina Werfel.

Privilegiar a privacidade e as vistas gerou uma surpresa na arquitetura da residência. Marina explica que os convidados entram por uma galeria e inicialmente não sabem muito bem o que esperar. “A impressão é causada pela mudança de pé-direito da sala. Já a forma horizontal do projeto, presente em toda estrutura em balanço, abriga uma varanda com frente para o mar”.

Casa AL - À altura da paisagem
No pavimento superior estão escritório, suíte com closet e banheiro, que se abre para a vista mantendo a privacidade. Há, também, um SPA aberto Foto: Fernando Guerra

Integração entre sala e varanda

Como o cliente recebe bastante, a integração na área social comanda o layout, livre de divisões entre os ambientes. “Conseguimos fazer algo que, na maioria de nossas obras, esbarra na relutância dos clientes: integrar a sala de estar à varanda, como se a varanda fosse uma continuação”, conta Marina Werfel. Assim, não se sabe onde começa a varanda e onde termina a sala, o que abre a possibilidade de usar o ambiente inteiro.

Ao projetá-la, tivemos a preocupação de não ferir a paisagem. Ainda assim, sem dúvida é uma construção que saberá envelhecer muito bem. Com o tempo tudo ficará mais bonito Arthur Casas

Os caixilhos das portas são leves, feitos para desaparecer quando estão fechadas. Abertas, elas ficam embutidas nas paredes em ambos os lados. Para preservar a ideia de continuidade, o mesmo piso figura até a área da piscina. A linearidade é importante para tornar o partido mais descontraído.

Madeira e pedra natural

Com estrutura mista, a Casa AL mescla o esqueleto metálico aparente à estrutura convencional de concreto. “Os materiais de revestimento são madeira cumaru – usada na fachada, no piso e no deque –, além de uma pedra natural. No meio da mata atlântica, ao lado da Pedra da Gávea, em frente ao mar, é ideal usar materiais que acabam mimetizando um pouco com essa paisagem, como por exemplo o azul da piscina, que se mistura com o mar e o céu. Ao projetá-la, tivemos a preocupação de não ferir a paisagem. Ainda assim, sem dúvida é uma construção que saberá envelhecer muito bem. Com o tempo tudo ficará mais bonito”, reflete Arthur.

Eficiência térmica e energética

Mesmo projetada com ar condicionado, a construção desfruta de ventilação cruzada, por isso raramente o ar é usado. “E você ainda tem a brisa do mar, o vento... O ar condicionado é dispensável”, opina Arthur.

A iluminação natural também é abundante. Como a residência é toda aberta, a melhor luz entra por trás, pelos quartos.

Escritório

Studio Arthur Casas17 projeto(s)

Local: RJ, Brasil
Início do projeto: 2010
Conclusão da obra: 2013
Área do terreno: 1310
Área construída: 485

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Mantenha-se atualizado! Receba
gratuitamente os Boletins e Informativos
da Galeria da Arquitetura

E-mail cadastrado com sucesso!

Você ficará informado sobre tudo que acontece
no mundo da Arquitetura. Aproveite!

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo