,
> > > Maison Des Sciences Humaines - Universidade de Luxemburgo

Maison Des Sciences Humaines - Universidade de Luxemburgo

Maison Des Sciences Humaines - Universidade de Luxemburgo
Fachada composta por painéis de concreto fosco e janelas verticais destaca um dos prédios da Universidade de Luxemburgo. Descobertos e envidraçados, os pátios internos também chamam a atenção dos usuários Foto/Imagem:Abscis Architecten – Fabeck Architectes

Atrativo visual em Belval

A parceria entre os escritórios Fabeck Architectes e Abscis Architecten resultou no projeto arquitetônico do Maison Des Sciences Humaines – um edifício localizado no campus Belval, que pertence à Universidade de Luxemburgo. O prédio se destaca tanto pela distribuição dos espaços, que acontece por meio de dois pátios internos, quanto pela fachada composta por painéis de concreto fosco e janelas verticais douradas.

O bairro de Belval foi o escolhido para a implantação de vários edifícios da universidade. Na descrição dos arquitetos do Abscis Architecten, o local era formado por uma porção de galpões industriais e prédios antigos. Então, os gestores da instituição tinham o objetivo de valorizar a região, criando edificações com grande atrativo visual, como é o caso do Maison Des Sciences Humaines.

Áreas educacionais e comerciais

O prédio oferece um programa extenso, destinado exclusivamente ao desenvolvimento de estudos e pesquisas no campo das ciências humanas e sociais. Em 23 mil m², professores e estudantes da Universidade de Luxemburgo têm à disposição salas de aula e de pesquisa, escritórios, laboratórios especiais, biblioteca e, futuramente, poderão usufruir de alojamentos. De acordo com os arquitetos, a segunda fase do projeto englobará a construção de quatro torres residenciais, somando ao todo mais de 140 unidades.

Além das áreas de apoio educacional, a unidade também disponibiliza espaços comerciais para aluguel, como a cafeteria. Posicionados à frente do pórtico (lugar especialmente marcado pelo recuo, apoiado sobre pilotis), esses estabelecimentos se abrem para o público que passa pela rua, convidando-o a entrar. Como descrevem os arquitetos do Abscis, “o espaço é permeável e interage com a cidade”.

Pátios integradores

As fachadas do Maison Des Sciences Humaines são revestidas por uma pele fosca fabricada em painéis de concreto, que segue pontuada pelas diferentes aberturas das janelas verticais. Pintadas de dourado, elas ora formam cortinas móveis, ora exibem uma única faixa fixa. Já na entrada, o volume é interrompido pelo recuo que forma o pórtico. Os arquitetos do Abscis definem que “o edifício é constituído por uma parte superior que fica em um ‘pedestal’, enquanto o térreo dedica-se a funções mistas, acessíveis ao público em geral”.

O interior da edificação é articulado por dois pátios internos. Além de organizarem o programa, eles cumprem a função de levar iluminação natural para os ambientes, já que são descobertos e revestidos de vidro. Para os arquitetos, a transparência desse material reflete a natureza aberta desta parte do edifício.

Escritório

Abscis Architecten5 projeto(s)Fabeck Architectes1 projeto(s)

Local: ES,Luxemburgo
Início do projeto: 2008
Conclusão da obra: 2010

Tipo de obra:
Universidades

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo