> > > Casa Aruá

Casa Aruá

Casa Aruá
Projetada pelo Salamanca Arquitetos, a Casa Aruá se destaca no cenário da cidade paranaense de Toledo devido à sua volumetria de linhas retas e emprego do concreto aparente combinado a painéis ripados de madeira nas quatro fachadas Foto/Imagem:Eduardo Macarios

Traços contemporâneos

Os arquitetos Carlos Eduardo Salamanca e Débora Carres assinam o projeto desta residência situada em uma área nobre de Toledo (PR). Batizada de Casa Aruá, a morada se destaca na paisagem da cidade por sua volumetria de linhas retas combinada ao uso do concreto aparente, textura amadeirada dos painéis ripados e tom escuro presente nos fechamentos e esquadrias. A fachada cega voltada para o norte também dá o diferencial do projeto e ajuda a proteger a privacidade dos moradores.

De acordo com os profissionais do Salamanca Arquitetos, “a composição da forma é determinada pelo deslocamento do volume superior, projetando balanços estruturais que dão origem à cobertura da garagem na parte frontal e a um amplo terraço nos fundos da residência”. Para viabilizar vãos maiores, o método construtivo escolhido foi o uso de lajes protendidas.

Sob a laje em concreto aparente apoiada em pilares redondos surgem ambientes amplos e integrados, como sala de estar, jantar e cozinha, que se conectam com a área gourmet e a piscina. A varanda tem desenho em “L” para proteger a morada dos raios solares que incidem diretamente na área social envidraçada.

Segundo os arquitetos, a proposta era dissolver os limites entre dentro e forma, de forma que os moradores pudessem aproveitar ao máximo o ambiente externo.

No interior da área de estar um jardim interno tem a proposta de ser acolhedor e conferir uma atmosfera agradável à Casa Aruá. Localizado em um ponto estratégico, também funciona como pano de fundo para a mesa de jantar e viabiliza a entrada de iluminação indireta.

No programa distribuído em 402 metros quadrados, entram também os ambientes do pavimento superior: três suítes voltadas para o leste, estar íntimo e um amplo terraço, o qual pode ser acessado a partir da suíte principal ou através da área da piscina por meio de uma escada com degraus flutuantes.

“Para manter a privacidade, brises articulados nas quatro fachadas do volume foram desenhados, conferindo um movimento que pode variar conforme a necessidade de uso e garantindo em dias ensolarados a luminosidade filtrada pelo ripado vertical”, concluem os arquitetos.

Veja outros projetos residenciais na Galeria da Arquitetura:

Casa Jangadas, de Gam Arquitetos

Casa EL, de Estúdio Centro Arquitetura e Urbanismo

Casa SJ, de Aguirre Arquitetura


Escritório

Salamanca Arquitetos1 projeto(s)

Local: PR, Brasil
Conclusão da obra: 2022
Área construída: 402

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo