> > > Casa Ateliê

Casa Ateliê

Casa Ateliê
Com 382 m² de área construída, a Casa Ateliê é a morada e o refúgio de um artista plástico que escolheu fazer da natureza sua principal fonte de inspirações Foto/Imagem:Favaro Jr.

Volumes contemplativos

A Casa Ateliê tinha a missão de ser um espaço de inspiração e refúgio artístico para um artista plástico apaixonado pela profissão. Projetada pelo escritório ArqExact, a morada está localizada em Arujá, região metropolitana de São Paulo, em um terreno abraçado pela natureza e livre de barreiras.

De acordo com o arquiteto Daniel Gil, a concepção como um todo foi bastante desafiadora, mas, por se tratar de um terreno com formato irregular e solo úmido, a maior dificuldade foi acomodar as instalações necessárias sem ultrapassar a área permitida e causar intervenções excessivas no local.

O programa

Simples e objetivo, o programa foi fielmente desenhado de acordo com os desejos do cliente. O principal deles era que o local fosse totalmente livre de impedimentos, para que ele pudesse transitar com seu cavalete e direcioná-lo para a vista escolhida.

Sendo assim, o projeto foi separado em três grandes e distintos volumes, todos com aberturas voltadas para as fachadas leste e sul da casa, possibilitando a vista para a paisagem, composta por uma área de preservação permanente.

Espaços amplos e integrados constituem a atmosfera da morada Foto: Favaro Jr. 

No primeiro nível, um amplo espaço funciona como garagem-ateliê, já que, além de abrigo para os carros, será utilizada para esculpir toras de madeira e transformá-las em obras de arte. No segundo e principal nível, que possui a entrada principal e todos os ambientes integrados, é onde o artista pode pintar suas telas e receber convidados. Por fim, o último pavimento é destinado à suíte do morador, a uma sala de inspirações e à exposição das vívidas criações, que contrastam com a monocromia da arquitetura.

Complementares

Majoritariamente concebida pelo ArqExact, a residência conta com materiais essenciais, como o concreto, o aço, a madeira e o vidro, incapazes de tirar o destaque da paisagem e das composições artísticas.

No paisagismo, a natureza se sobrepõe, ornando com o toque dado pelo escritório, que apostou na planta Guaimbê para compor a fachada frontal, onde a única abertura existente no paredão de concreto se dá por uma porta pivotante de aço.

Discreto e simultaneamente moderno, o design de interiores, que é baseado no conforto e no conceito arquitetônico, conta com peças moldadas in loco para o cliente, como a bancada e a ilha da cozinha.


Escritório

Arq.Exact Construçoes2 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Área construída: 382

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo