> > > Duplex Santana

Duplex Santana

Duplex Santana
Assinada pelo designer de interiores Igor Miyahara, a reforma do Duplex Santana deu mais urbanidade ao projeto Foto/Imagem:Alessandro Guimarães

Retrofit contemporâneo

Reformado e decorado pelo designer de interiores Igor Miyahara, do escritório Studio IM, o Duplex Santana passou por um processo de modernização, o chamado retrofit, ganhando uma atmosfera urbana e contemporânea. Agora, a cor amarela, feliz e acolhedora, dá as boas-vindas para o apartamento duplex.

A composição de vários estilos, texturas e cores é o que define a personalidade do espaço. “Focamos em trazer funcionalidade e praticidade para a rotina dos moradores, sem perder a harmonia e o equilíbrio. Mas, principalmente, atentamos aos detalhes pessoais de cada um”, conta Miyahara.

Retrofit estiloso

Na entrada do apartamento Duplex Santana, a arte leve e fluída do artista plástico Giuiliano Martinuzzo caminha pelas paredes de pé-direito duplo, dando acesso ao pavimento superior, o que passa a impressão de movimento, sem agredir a decoração.

Uma parede no primeiro andar que separava a cozinha da sala de estar foi demolida, integrando, assim, os dois ambientes. O nivelamento do piso das salas também foi reformulado, retirando os degraus que separavam os espaços.

Além disso, as antigas paredes brancas que tinham detalhes em vermelho foram pintadas de cinza para criar uma base neutra, e o piso de madeira foi substituído por um do tipo vinílico que imita madeira, é de fácil limpeza e manutenção. Trata-se, também, de um material sustentável.

O andar de cima do Duplex Santana, onde ficam as três suítes, não recebeu mudança estrutural, apenas na decoração. Dois dormitórios ganharam peças coloridas – um com referências musicais, outro com poás e bichos de pelúcia. Já o quarto principal foi revestido de tijolinhos à vista.

O branco com detalhes rococós da escada de acesso para o segundo andar também foi substituído pelo preto com um guarda-corpo maior, trazendo mais segurança para os moradores e realçando o aspecto urbano do apartamento.

Projeto de iluminação

“Para não perdermos a altura no pé-direito geral, mantivemos a laje existente, complementando alguns pontos de luz pela casa de acordo com o layout”, revela o designer do Duplex Santana.

Devido à laje, foram adotadas luminárias de sobreposição para o pavimento inferior. Para destacar as obras de arte nas paredes e as peças principais de decoração, optou-se, ainda, por lâmpadas LED equivalentes à lâmpada dicroica para iluminação geral.

Já no piso superior foram aplicados trilhos com quatro ou cinco focos de luz, para tornar possível direcionar o facho de luz conforme os moradores desejarem.

Alvenaria amarela

Duplex Santana - Retrofit contemporâneo
O paredão de marcenaria em laca amarela é o destaque do projetoFoto: Alessandro Guimarães

O arquiteto Miyahara relata que manteve somente um pequeno trecho da alvenaria existente no Duplex Santana, para preservar o quadro de distribuição da casa. “A modificação do local do quadro de luz oneraria o orçamento desnecessariamente, então preferimos priorizar o investimento em outros itens de maior impacto ao conceito arquitetônico”, explica.

Para esconder o quadro que ficaria voltado para a entrada da casa, o decorador criou o elemento de destaque do projeto: um paredão de marcenaria em laca amarela, que aquece o ambiente e a decoração, além de esconder o quadro de luz e camuflar o lavabo entre os armários, que agora passou a ficar em frente à mesa de jantar.

Veja outros projetos de apartamentos contemporâneos na Galeria da Arquitetura

Apêrol

Estúdio do DJ

Loft do Filho Mimado


Escritório

Studio Igor Miyahara3 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2014
Conclusão da obra: 2014
Área construída: 160

Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo