> > > FV House

FV House

FV House
O projeto da FV House sofreu algumas mudanças ao longo do processo de construção, conforme a família foi crescendo. Assim, surgiu uma casa simples, contemporânea e funcional Foto/Imagem:MCA Estúdio - Denilson Machado

Projeto em transformação

Às vésperas do seu casamento, um jovem casal entrou em contato com o escritório de arquitetura Studio Guilherme Torres para que ele construísse sua primeira casa, a FV House, em Londrina (PR).

A princípio, era para ser uma residência para um casal sem filhos, mas o processo de construção foi longo – aprovação legal, construção e finalização do projeto de interiores. Então, nesse período, os clientes tiveram dois filhos, o que acabou mudando o projeto arquitetônico original.

Arquitetura modernista e princípios corbusianos

Um vão de 30 cm entre as lajes foi estrategicamente pensado para evidenciar o conceito do projeto – um cubo de concreto sobre um plano longitudinal de alvenaria branca, quase uma releitura dos princípios corbusianos de arquitetura. A fachada foi feita de alvenaria branca, concreto e madeira.

Todas as cinco regras da nova arquitetura modernista estão presentes na casa: planta livre, sem função estrutural; fachada livre, que resulta da planta; pilotis de aço inox que sustentam o cubo de concreto e delicadamente emergem da piscina; terraço-jardim com lajes impermeabilizadas; e janelas em fita (os grandes planos deslizantes de madeira integram a construção à paisagem).

Na sala uma das paredes é decorada com um painel de madeira, conferindo ao projeto design moderno Foto: MCA Estudio / Denilson Machado

A aparente simplicidade formal do projeto oculta as soluções de engenharia, como as lajes maciças de concreto protendido. No projeto de interiores, foram criados armários de carvalho e, para o mobiliário, foram escolhidas poucas e boas peças de designers.

Três andares

A casa tem um projeto simples, com três planos: o subsolo, para acomodar áreas de serviço, garagem e o acesso à casa; o andar térreo, onde ficam os ambientes de convivência, um amplo living integrado ao terraço e à piscina por meio de uma porta de correr e a cozinha, o único espaço fechado desse nível (no primeiro projeto, esse local era integrado; no novo, por causa das crianças, ele foi fechado); e o plano superior, com três suítes e uma sala íntima, “dentro” de uma caixa de concreto. Quando a família cresceu, um pequeno quarto de hóspedes foi acrescentado ao projeto.

Os arquitetos optaram por um layout funcional e simples, por conta das crianças, e por uma decoração contemporânea.

 

Veja, na Galeria da Arquitetura, outros projetos residenciais:

Casa I, por Tria Arquitetura;

Casa AA, por Pascali Semerdjian Arquitetos;

Residência N, por F:Poles Arquitetos Associados.


Escritório

Studio Guilherme Torres19 projeto(s)

Local: PR, Brasil
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 588
Área construída: 588

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo