> > > Casa Delta

Casa Delta

Casa Delta
Os arquitetos do escritório de arquitetura Plareng foram inspirados pela paisagem da linda Ilhabela (SP) para desenhar uma casa com a cobertura em formato de asa delta Foto/Imagem:Kátia Kuwabara

Pouso em Ilhabela


A Casa Delta foi inspirada na paisagem de Ilhabela, microrregião de São Sebastião, litoral norte de São Paulo. E não é à toa. O local é um município–arquipélago marinho com belas praias, montanhas com mais de 1.300 metros de altitude cercadas por florestas e mais de 250 cachoeiras.

Diante desse cenário, os arquitetos Sérgio Tonissi, Heitor Tonissi e Ricardo Gardinal, do escritório de arquitetura Plareng, não tiveram dúvida ao implantar um programa distribuído de forma harmônica com vista para o mar e que aproveita orientação solar. No quesito construtivo, madeira, pedras e concreto, em seu estado bruto, predominam.

Seu estilo praiano, no entanto, não excluiu elementos modernos – como a cobertura em formato de asa delta, que além visualmente atraente, atua na captação de águas pluviais, posteriormente utilizadas para manutenção dos jardins. “O processo de criação também sofreu influência das Case Study Houses, de Richard Neutra, e das obras de Frank Lloyd Wright e Osvaldo Arthur Bratke”, comenta Gardinal.

Programa orientado pela natureza

No terreno original, existiam algumas rochas e densa vegetação. Os arquitetos optaram por preservar tais características e as utilizaram na organização da planta. Uma das pedras fica bem na frente do lote e funciona como divisor entre a área social - na porção nordeste do terreno - e de serviço - na parte sudoeste – além de segmentar os ambientes externos e internos. “Tal como a pedra, a cozinha atua nessa transição. Encarada como um espaço de convivência, ela se integra à sala e às áreas de lazer externas, além de abrigar a churrasqueira”, explica Heitor Tonissi.

A estrutura de 640 m² da Casa Delta é distribuída em dois pavimentos. No térreo, ficam as salas de estar e jantar, o espaço grill, a cozinha, a despensa, o depósito, a área de serviço, o lavabo, dois dormitórios para os funcionários, três suítes – recuadas em relação à área social - e um terraço ao redor da residência (180°). No mezanino, estão a suíte principal e o escritório – também cercados por parte do terraço com pé-direito duplo.

Na foto, a evidência de materiais naturais e a rocha como divisor de territórios  (Foto: Kátia Kuwabara) 

Materiais predominantes

O vidro foi o material escolhido para as fachadas, já que o principal objetivo era o desfrute da vista. Nos ambientes que exigem privacidade e iluminação controlada, foram utilizadas venezianas de madeira.

Para a sustentação do mezanino e da grande cobertura de duas águas, ambos de estrutura metálica, foram empregados pilares de concreto armado. O mezanino também abriga um grande painel do artista plástico e arquiteto coautor do projeto Sérgio Tonissi.

As paredes baixas de concreto e a lareira segmentam a sala de estar, que também tem pé-direito duplo, ao passo que a cozinha ganhou um teto baixo, pois fica embaixo do primeiro andar.

“O escritório sempre procura encontrar, racionalmente, soluções técnicas e artísticas integradas e adequadas aos princípios da sustentabilidade e às características de cada situação. Neste caso, havia a intenção de projetar uma casa que fosse contemporânea e, ao mesmo tempo, tivesse uma atmosfera praiana”, finaliza Gardinal.

Veja outras casas de praia na Galeria da Arquitetura:

Casa das Duas Vigas, do arquiteto Yuri Vital

Casa Paraty, do studio mk27

Casa CB, do escritório RAP Arquitetura

Escritório

Plareng1 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Conclusão da obra: 2007
Área do terreno: 4.000
Área construída: 640

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo