> > > Valentinerhof I

Valentinerhof I

Valentinerhof I
Após a reforma, assinada pelo noa* (network of architecture), o hotel italiano Valentinerhof I ganhou espaços mais conectados com a paisagem e uma aconchegante área de lazer e bem-estar Foto/Imagem:Alex Filz

Em harmonia com a natureza

O hotel Valentinerhof I fica numa região especial da aldeia Castelrotto, uma charmosa comunidade na província de Bolzano (Itália), ao lado do famoso Alpe di Siusi e a, aproximadamente, 1.200 m acima do nível do mar. Imprimir os conceitos locais e a harmonia com a natureza foram pontos decisivos para a sua reforma, assinada pelo escritório noa* (network of architecture). Os arquitetos buscaram propor uma nova identidade ao projeto, ampliando o programa e o envolvendo ainda mais com o entorno.

A ampliação do estabelecimento em 1.100 m² proporcionou uma área de lazer e bem-estar, um lobby com um bar-restaurante anexo e mais 14 novas suítes bem espaçosas.

Elementos da natureza

Como a premissa para a repaginação do Valentinerhof I era a conexão com a paisagem, foi preciso encaixar os volumes cuidadosamente no terreno, de modo a intervir o menos possível no lote. “A ligação com a tradição local e com a natureza sempre foi crucial para a projeção. A nova extensão do hotel foi dividida em dois volumes menores, formando uma espécie de arena voltada para o Vale do Sul e que se abre para a Montanha Schlern”, complementam os arquitetos Stefan Rier e Lukas Rungger.

O contraste entre a delicada bacia hidrográfica do rio Adige e a rochosa montanha foi usado para dois fragmentos importantes do edifício, com a intenção de criar um diálogo formal e funcional. A água foi aplicada como peça-chave na arquitetura e no design de interiores, deixando evidente que a nova estrela do hotel é a área de lazer e bem-estar.

A terra foi usada discretamente em elementos de madeira para completar o volume do hotel, sobretudo na fachada principal. A pedra natural foi usada como revestimento.

“Para as fachadas, nos inspiramos nas construções locais da aldeia Castelrotto, como o Heuharpfen, o Futterhaus, a fazenda Paarhof e os antigos cercados de madeira. As estruturas amadeiras irregulares encostam com diferentes comprimentos na paisagem circundante”, revelam os arquitetos.

Foto: Alex Filz

Painéis de vidro e amplos terraços reforçam a integração entre interior e exterior. Outro elemento predominante no design é o típico Heutücher, um pano de linho de 1950 que aquece e cria a separação sutil entre terraços e sala. Quando desejado, eles podem ser removidos, conectando os ambientes.

Painéis de vidro permitem o máximo aproveitamento da luz natural nas suítes. Todas as camas foram voltadas para o vale para que todos tenham acesso à beleza da natureza, dando a impressão de dormir ao ar livre.

O escritório noa* concebeu e desenhou todo o mobiliário e assinou os projetos de iluminação, interiores e de paisagismo. “Utilizamos uma filosofia de design holístico, produzido com máximo de paixão, atenção aos detalhes, tradição e artesanato local”, contam os arquitetos.

Menina dos olhos

A área de lazer e bem-estar é, sem dúvida, a menina dos olhos do Valentinerhof I. Ela abriga a piscina principal interna – que é ligada por uma portinha à piscina exterior, que com sua borda infinita derrama a água por 15 m até o terraço – e a sauna. No deck foram dispostas espreguiçadeiras para o conforto dos hóspedes.

O programa de bem-estar é composto por uma sauna finlandesa e uma de ervas, uma sala de banho a vapor e diversos espaços de relaxamento.

A sauna finlandesa tem uma grande janela panorâmica com uma bela vista de 270° da paisagem. A sauna de ervas está a 1,5 m abaixo da área de bem-estar, no mesmo nível do lago natural. Ao entrar nessa área, o hóspede é recebido por visão panorâmica e espelhada que se repete dentro da superfície do lago.

Dentro da sala de banho a vapor, que é a única sem abertura para o exterior, a água é onipresente, escorrendo por uma parede e saindo de cubos de pedra ao longo da parede. “O som emitido pela cascata é calmo, cativante e encantador”, concluem os sócios.

Veja mais projetos de hotéis na Galeria da Arquitetura:

Hotel Villa Amazônia, por AMZ Arquitetos

DMAX, por luiz paulo andrade arquitetos

Emiliano Hotel, por Studio Arthur Casas

Escritório

noa* (network of architecture)6 projeto(s)

Local: BO, Itália
Conclusão da obra: 2011
Área construída: 1100

Tipo de obra:
Hotéis
Tipologia:
Lazer e Turismo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo