> > > Residência São Paulo

Residência São Paulo

Residência São Paulo
A residência reformada por João Armentano teve durante o projeto um franco diálogo entre arquiteto e moradora. Cada detalhe da casa foi pensando em conjunto Foto/Imagem:Victor Affaro

Arquitetura com toque pessoal

A casa localizada em São Paulo, que antes era escura, sombria e compartimentada, hoje, após a reforma promovida pelo escritório João Armentano, quase não tem divisórias e permite a entrada de luz por todos os lados. “Eu quis trazer a luz e o verde para dentro da casa, resultando em uma residência que respira e deixa a sensação de liberdade”, comenta o arquiteto João Armentano.

Aos moldes do cliente

Além do conceito contemporâneo que norteou o projeto, o arquiteto, usou como musa inspiradora, a própria moradora. “Fui dos óculos marcantes usados por ela a sua maneira pessoal. Tudo isso me ajudou a compor um perfil. Absorvi o máximo de detalhes possível”, conta.

O desafio do profissional ao realizar a reforma foi exatamente transformar a casa. Dois meses depois do primeiro contato, nasceram os croquis que sugeriram derrubar as paredes integrando grande parte dos ambientes, além de aumentar o pé-direito e trazer iluminação natural. “Os espaços conversam entre si e permitem à proprietária ter um domínio total sobre todos os espaços. Foi um projeto personalizado. A cliente mora e trabalha no mesmo lugar”, relata o arquiteto.

Layout racional

Em nome de seus filhos e netos, a nova moradora investiu em um refúgio espaçoso com piscina, jardim e até horta, que cultiva com as crianças. Na fachada, o escritório utilizou massa texturizada e jogos de volumes, ressaltando as aberturas. Há também marquises no exterior do projeto.

Na área interna, a casa é clara e aberta, com muitas janelas. A ideia é que a moradora não tivesse gastos de energia e que a construção fosse sustentável e econômica. O layout é reduzido, clean e racional. “A distribuição dos ambientes é a cara da cliente”, confessa João.

Com a integração dos espaços é possível ver de todos os cantos da casa as outras áreas. “Os ambientes não são necessariamente conectados, mas, há sempre algo que leva ao outro lugar, como uma janela, por exemplo. Utilizamos o conceito de arquitetura loft”, explica. Dessa forma, é possível estender o estar para a área externa. A área social e o banheiro da suíte principal expõem o mesmo revestimento, mármore calacata.

Design do mobiliário escolhido a dedo

João revela como o mobiliário foi escolhido. “Peças com desenhos elaborados e simples foram usadas para dar contraste de jogo e design entre o mobiliário antigo e o novo. Os itens antigos conferem cor e vida aos ambientes, tonando avolumetria mais interessante. O destaque do projeto de interiores é a escada desenhada como se fosse uma escultura e construída em espiral, Feita de alvenaria, pintada, e com pisadas em mármore branco. Ela domina toda a casa, criando um momento notável ao adentrar no espaço”.

Diferenciais de iluminação e eficiência térmica

Os vidros utilizados em boa parte do projeto ajudam na iluminação natural durante o dia. O restante da iluminação da casa torna-se clean com o uso de luminárias frame. O arquiteto destaca o pendente central da sala, que preenche o pé-direito duplo. Além disso, houve uma preocupação em valorizar a escada e a área de trabalho.


Escritório

João Armentano Arquitetura6 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Área do terreno: 740
Área construída: 513

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo