> > > Casa Sustentável

Casa Sustentável

Casa Sustentável
O escritório do arquiteto Gustavo Penna foi convidado pela UFMG e Gerdau para projetar a Casa Sustentável, em Ouro Branco (MG). Com 45 m², a morada foi construída com aproveitamento de resíduos da mineração Foto/Imagem:Jomar Bragança

Projeto ecológico  

A cidade de Ouro Branco (MG) ganha a primeira Casa Sustentável, construída com o aproveitamento de resíduos da mineração. O Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em parceria com a Gerdau desenvolveu blocos, pisos drenantes e argamassa com rejeitos de minério de ferro.

A morada faz parte do Programa Gerdau Germinar, que apresenta à população soluções sustentáveis e o conceito de economia circular na habitação (que são práticas que envolvem redução, reutilização e reciclagem de materiais e energia).

O escritório responsável por projetar o espaço foi o Gustavo Penna Arquiteto. “Os subprodutos inutilizados da atividade mineradora são o principal componente da Casa Sustentável. Encontrar um uso ecologicamente adequado para esses resíduos determina o caráter singular da unidade de habitação”, conta o arquiteto Gustavo Penna.

Fluidez

O layout do projeto – com apenas 45 m² – é diferente do que comumente é visto em residências: os ambientes estão organizados em um único bloco, que é composto por dois dormitórios, área de serviços e salas de estar e jantar. Os arquitetos priorizaram espaços alternativos, integrando a cozinha com as salas de estar e jantar que se estendem até o jardim e o lago à frente.

O aspecto rústico nos ambientes internos modernizou o projeto Foto: Jomar Bragança 

Soluções inteligentes

A casa é bem provida de recursos naturais como os painéis solares que aquecem todos os pontos de água, incinerador que produz energia pelo ar quente da queima dos resíduos orgânicos de jardinagem, painéis fotovoltaicos, turbina eólica que gera energia, biodigestores, tanques de compostagem e sistema de aproveitamento de água pluvial que capta 100% da chuva para ser utilizada na descarga do banheiro e irrigação do jardim.

Além disso, as grandes aberturas permitem iluminação natural, diminuindo a necessidade de luz artificial no período diurno. E o teto inclinado, que conforma a varanda, protege o interior de grandes incidências solares, enquanto no inverno permite que o sol baixo entre e aqueça os ambientes.

O projeto é resultado de elementos naturais e simples que compreendem a tecnologia sustentável, trazendo a natureza para a vida das pessoas.

Veja outras residências sustentáveis na Galeria da Arquitetura:

Casa LLF, por Obra Arquitetos

Casa Cumaru, por Raffo Arquitetura

Residência DMG, por Ruschel Arquitetura e Urbanismo


novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo