> > > Kotobuki

Kotobuki

Kotobuki
Com projeto arquitetônico de Ivan Rezende, o tradicional restaurante Kotobuki, do Rio, foi ampliado e redecorado com materiais relacionados à cultura japonesa, como madeira e pedra Foto/Imagem:Denilson Machado (MCA Estúdio)

Arquitetura oriental

O tradicional restaurante Kotobuki, localizado na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, passou por uma substancial reforma, ganhando amplos e sofisticados ambientes. Autor do projeto arquitetônico, o arquiteto Ivan Rezende, do escritório Ivan Rezende Arquitetura, tinha como proposta reformar a fachada, realizar uma ampliação secundária com nova frente lateral, trocar os acabamentos e reestruturar o salão principal, de modo a criar espaços mais intimistas e obter uma arquitetura mais moderna.

“A necessidade de uma ampliação lateral foi um ótimo pretexto para realizarmos a reestruturação completa do Kotobuki. O projeto passou a ter vários ambientes diferentes com características próprias, como a área de sushi bar e os reservados para casais ou grupos”, conta Rezende.

Alusão à cultura japonesa

Um dos principais pontos do projeto foi a escolha de materiais relacionados à cultura japonesa, como madeira e pedra, os quais tornaram-se, então, predominantes na nova arquitetura do restaurante Kotobuki.

Rezende buscou unir esses materiais a elementos da natureza, como água e fogo. Assim, a entrada do restaurante ganhou uma fonte de água corrente, com suas paredes revestidas em pedra natural e peças de madeira, que saúdam os clientes e simbolizam harmonia e prosperidade. Luminárias embutidas em vários pontos do restaurante, por sua vez, remetem ao fogo.

“A escolha desses componentes na arquitetura, mais as cerâmicas e a presença da cor vermelha em alguns pontos, que é o colorido da marca Kotobuki, se deu em harmonia com a programação visual dos cardápios e afins”, comenta o arquiteto.

Espaços variados

Segundo Rezende, o layout do restaurante Kotobuki foi revisto de maneira que perdesse seu antigo aspecto de refeitório e passasse a ter espaços variados, para diferentes propostas de refeição. Algumas áreas, por exemplo, foram separadas com baias, tornando-se ideais para casais ou grupos que buscam mais privacidade.

O salão central recebeu um perímetro de sofá, que deu um aspecto bastante aconchegante ao ambiente interno. Além desses espaços, o cliente também pode escolher sentar nas tradicionais mesas do tipo tatame ou no balcão, que combina com uma refeição rápida e prática.

Antes da reforma, as mesas e os revestimentos do restaurante Kotobuki estavam obsoletos e não criavam a atmosfera acolhedora que a equipe do escritório Ivan Rezende Arquitetura tanto buscou. Com o novo projeto, foi possível melhorar o fluxo de pessoas e flexibilizar o layout interno, permitindo diferentes usos do espaço.

Veja outros restaurantes que possuem estrutura de madeira predominante:

Bossa, escritório Marcelo Rosenbaum;

Gurumê, escritório Bernardes Arquitetura;

La Pasta Giala, escritório Daniel Almeida Arquitetura.


Escritório

Ivan Rezende Arquitetura9 projeto(s)

Local: RJ, Brasil
Início do projeto: 2011
Conclusão da obra: 2012
Área construída: 265

Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo