> > > Residência WK

Residência WK

Residência WK
O objetivo da proposta foi trazer o ambiente de uma casa de campo para dentro da cidade, porém, com um aspecto mais contemporâneo Foto/Imagem:Alain Brugier

Refúgio na cidade

Construída em um arborizado terreno de mil metros quadrados no bairro paulistano do Jardim Europa, a Residência WK foi cuidadosamente projetada pela arquiteta Isis Chaulon, com todos os dormitórios voltados para a paisagem a sua volta.

O principal objetivo era trazer para a morada na cidade o clima de uma casa de campo, porém, com uma leitura mais contemporânea, que busca a transparência e a integração entre os espaços internos e a vegetação existente.

“Dessa maneira, todos os quartos se abrem para o deck e para a piscina, enquanto as salas se conectam aos jardins que circulam a residência”, explica a arquiteta Isis Chaulon.

Além de exigir uma construção térrea aberta para o jardim, o proprietário da Residência WK também solicitou espaços que servissem como uma espécie de galeria de arte, onde as obras e as peças do antiquário ganhassem ainda mais destaque. Na entrada, por exemplo, a mobília, o lustre e o tapete aludem a uma atmosfera classicamente campestre.

Para não interferir nos objetos que o cliente coleciona, a profissional optou por materiais mais neutros e sóbrios, como a massa rústica da fachada frontal – pintada na cor branca –, e a madeira natural utilizada em diferentes tons, tanto no piso quanto no mobiliário. “Já outro tipo de madeira, chamada aletada, aparece nas esquadrias e painéis, instalados por toda a fachada que se volta para a piscina”, complementa Chaulon.

Outros materiais foram empregados no projeto arquitetônico, como o mármore oasis na lareira, a palhinha natural nos aparadores e o fulget, que reveste o deck e as pisadas externas.

Iluminação natural

A luz natural também foi um elemento importantíssimo para a concepção do projeto da Residência WK. Com amplas janelas, os ambientes ganham grandes aberturas zenitais, que iluminam ainda mais os espaços internos e, consequentemente, economizam energia elétrica. “A iluminação foi pensada para o uso de cada espaço. Assim, os dormitórios e as salas foram projetados com grandes janelas que, ao proporcionarem a entrada de luz natural, levam conforto aos moradores”, afirma Isis Chaulon.

Em contrapartida, onde não foi possível a colocação de janelas, como nos banheiros, a captação de luz natural foi proporcionada através da instalação de domus, que reduzem o acionamento de lâmpadas e também contribuem para a redução de energia.


Fornecedores desta obra

Escritório

Isis Chaulon Arquitetura10 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2004
Conclusão da obra: 2005
Área do terreno: 1000
Área construída: 400

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo