> > > Acolá

Acolá

Acolá
A Acolá, em São Paulo, ganhou um espaço cheio de estilo, conforto e iluminação natural para receber seus clientes. O projeto foi assinado pelo escritório de arquitetura Vão Foto/Imagem:Pedro Kok

Nova casa para uma loja

Conforto e originalidade marcam o novo espaço da loja Acolá, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Reformado pelo escritório de arquitetura Vão a convite das proprietárias Lais Abbate e Beatriz Tavares, o sobrado foi projetado para melhor receber os clientes da marca, criada em 2012.

“Recebemos esse convite com muita felicidade. Somos amigos das criadoras da Acolá há muitos anos e acompanhamos de perto a trajetória da loja”, revelam os arquitetos Anna Juni, Enk te Winkel e Gustavo Delonero, responsáveis pelo projeto arquitetônico.

Ambiente iluminado

Localizado a poucos metros da antiga loja, o novo espaço consiste num sobrado de planta triangular que, devido a suas poucas aberturas, possuía muita umidade. Com 120 m² de área, contava com apenas quatro janelas pequenas na fachada principal. Assim, quanto mais longe da entrada, mais o ambiente se tornava afunilado e escuro.

Dessa forma, trazer iluminação natural foi a principal meta dos arquitetos, que decidiram eliminar a cobertura da edificação – que estava comprometida – e colocar um teto de vidro. Além de iluminar, essa modificação integrou visualmente os dois níveis, permitindo também ventilação cruzada, que, associada ao jardim interno, aumentou o conforto térmico.

Jardim interno

O programa da loja foi organizado a partir do jardim de pé-direito duplo. Mais próximo à rua está o primeiro bloco, onde ficam a loja (térreo) e o escritório das proprietárias (mezanino). O segundo bloco ficou no fundo com todas o sanitário (térreo) e a copa (nível superior).

Trazer iluminação natural foi o que norteou a nova projeção Foto: Pedro Kok

O jardim também recebeu uma escada para auxiliar na organização do layout. O acesso ao segundo andar é marcado por uma passarela que cruza o vazio.

O projeto de paisagismo é de autoria das profissionais Regina Abbate Correa e Cora Mahfuz.

Programa Acolá

Os arquitetos encaixaram um volume em meio à planta livre para criar diversos ambientes em um só espaço, como área de recepção, araras com roupas e lounge. “Esse volume fica solto, não encosta nem no teto, nem nas paredes. E também permite uma circulação fluida e sem interrupções”, comentam.

Também foram agrupados nessa estrutura um estoque auxiliar, um expositor e dois provadores de portas pivotantes, que permitem aos clientes modificar a área conforme necessidade.

O mezanino teve todas as paredes demolidas para ganhar amplitude e outro volume foi implantado para auxiliar na organização espacial.

Materiais

Madeira e metal são os materiais que se destacam na atmosfera da Acolá. Toda a marcenaria utiliza peroba rosa de demolição, como piso, núcleo hidráulico e provador. Escada, passarela e arara foram executadas em galpões do sítio da família no interior, utilizando os maquinários existentes e a mão de obra local.

A estrutura original da fachada foi mantida. Por outro lado, as alvenarias precisaram ser demolidas para abrir, entre pilares, dois vãos para as vitrines e um para a entrada. Um caixilho de perfil metálico engloba a estrutura para dentro da vitrine. Sobre ele avança uma marquise que protege da luz solar direta e dá abrigo aos pedestres em dia de chuva.

Escritório

Vão4 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2016
Conclusão da obra: 2016
Área construída: 120

Tipo de obra:
Lojas
Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
    novidades fechar
    Receba o boletim da
    Galeria da Arquitetura
    veja um exemplo