> > > Residência Piscinas Naturais 2

Residência Piscinas Naturais 2

Residência Piscinas Naturais 2
A Residência Piscinas Naturais 2 foi projetada por Sidney Quintela para oferecer conforto e praticidade aos proprietários nas férias. Todas as suítes ganharam vista para o mar da Bahia Foto/Imagem:Rodrigo Melo

Recanto para a família

Quando o arquiteto Sidney Quintela (SQ+ Arquitetos) foi convidado a projetar a Residência Piscinas Naturais 2, na Praia do Forte (BA), encontrou como desafio desenvolver uma morada elegante e casual, com espaços de convivência familiar e capaz de atender com conforto as necessidades dos moradores.

“A família desejava uma casa de praia aconchegante e prática para usar nos fins de semana, feriados e férias. É algo para eles mesmos usufruírem, pois recebem poucas visitas”, comenta Quintela.

Programa

O terreno em que a Residência Piscinas Naturais 2 foi implantada era plano, composto de areia fina da região. Não havia outra edificação no condomínio, pois ele era relativamente novo.

Apesar de ter sido construída em uma área de 353 m², a casa possui um programa enxuto. As suítes e os banheiros são espaçosos, para garantir mais conforto em estadias mais prolongadas. Apesar de os dormitórios possuírem TV, foi construído um home theater para os momentos em família.

A cozinha possui o essencial, mas é complementada pelo espaço gourmet – solicitado pelo morador, que gosta de cozinhar. Uma das prioridades do arquiteto foi criar varandas com vista para o mar.

A residência conta com diversos espaços de convivência familiar Foto: Rodrigo Melo

O arquiteto explica que a residência possui nove módulos um tanto quanto regulares que formam uma planta quadrada. Três deles, em uma das laterais, se destinam à cozinha, gourmet e serviços no térreo, com uma suíte para hóspedes e a suíte máster voltada para o mar.

Na outra lateral, também no térreo, foram alocados o living, o home theater e outra suíte para hóspedes. Já no superior, estão as suítes dos filhos. “O eixo central, com pé-direito duplo, abriga o hall de acesso, a escada principal sobre um exuberante jardim e a sala de jantar”, completa o profissional.

Estrutura

A estrutura da casa é mista, com pilares, vigas e telhado em eucalipto e fundação e lajes em concreto armado.

A cobertura é em telha plana de concreto. As fachadas receberam pintura e as esquadrias são de madeira maciça. As escadas de acesso são de madeira ipê champagne e a escada principal foi feita com meia-tora de eucalipt

A principal solução favorável ao conforto térmico foram as esquadrias de venezianas móveis de madeira, que permitem a circulação da ventilação e a entrada da luminosidade, protegendo da incidência direta do sol. Outro item que garante conforto térmico à casa é o jardim interno.

“Os elementos que mais marcam esta casa são o jardim interno no hall de pé-direito duplo, que proporciona uma recepção marcante, e a relação entre a morada e as varandas, com esquadrias camarão que se abrem completamente para integrar interior e exterior”, revela Quintela.

Há também o lanternim da cobertura que, além de ser um elemento estético, propicia iluminação e ventilação naturais no jardim.

Veja outras casas de praia na Galeria da Arquitetura:

Residência Itamambuca, por GUIMATTOS

Residência SM, por Jacobsen Arquitetura

Casa Castanhola, por Lúcia Helena de Andrade Lima Arquitetura e Interiores


Escritório

SQ+ Arquitetos Associados12 projeto(s)

Local: BA, Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2016
Área construída: 353

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo