> > > Casa Praia dos Lagos II

Casa Praia dos Lagos II

Casa Praia dos Lagos II
A Casa Praia dos Lagos II possui três pavilhões que protegem seu interior das intempéries do clima baiano Foto/Imagem:Leonardo Finotti

Entre a lagoa e o mar

A Casa Praia dos Lagos II, um projeto arquitetônico assinado pelo escritório Sotero Arquitetos, está implantada entre a lagoa, à sua frente, e o mar, aos fundos. Construída em um terreno de 1.126 metros quadrados e com layout integrado à paisagem, a residência é destaque na região de Camaçari (BA).

O arquiteto Adriano Mascarenhas conta que um dos desafios foi proteger os ambientes da forte ventania proveniente do oceano atlântico, mas deixando a permeabilidade visual constante. “Separamos o programa em dois pavilhões que se conectam com um terceiro volume, mais baixo, que protege a piscina dos ventos e abriga a sala de jantar”, completa.

A fachada da Casa Praia dos Lagos II foi toda texturizada para proteger o exterior da residência, que precisa suportar o calor do litoral baiano, as fortes chuvas e os ventos intensos da região. Além de ser bastante usado em construções praianas, o material não exige muita manutenção.

Irregularidades do terreno

O lote tinha uma irregularidade, apresentando desnível de 2.80 metros entre a cota de entrada e a laje das áreas comuns. Para resolver essa dificuldade, foi necessário criar uma escada externa de concreto que unisse os níveis e elevasse o plano de abertura. Essa escada foi inserida sobre um talude ajardinado, de modo que a transição entre as diferentes cotas – chegada e espaço gourmet – ficasse o mais natural possível.

A divisão do layout setoriza os programas e o funcionamento, e o primeiro volume no térreo identificado pelos usuários é marcado por uma caixa vazada de concreto que dá acesso ao setor público da casa. Há, ainda, um jogo de tensões entre os outros dois que se volta para o mar com uma lâmina do mesmo material que os conecta.

Eficiência térmica

De acordo com Mascarenhas, os espaços comuns da Casa Praia dos Lagos II foram colocados no eixo noroeste/sudeste, para permitir a contemplação da paisagem nos ambientes de maior permanência dos usuários. Os setores íntimos e de serviços ficam ao sul do lote, em dois volumes, aproveitando as melhores orientações de ventilação e insolejamento para os dormitórios. Já o pavilhão de hóspedes funciona ao norte do sítio.

Integração

O arquiteto explica que foram implantadas duas vigas invertidas de concreto armado, com 75 centímetros de altura, para estender a laje, que por sua vez promove a conexão entre os dormitórios dos moradores e o pavilhão de hóspedes. “As colunas definem a sala de jantar e o deck de madeira, além de proporcionar um espaço sem interferência de pilares”, conclui.

De modo geral, todos os ambientes são integrados. O escritório Sotero Arquitetos evitou circulações complexas para que os moradores não precisassem sair de um espaço, circular e chegar ao outro. Um exemplo disso é o modo como o espaço gourmet está posicionado próximo da piscina e funciona como uma segunda cozinha, mais ligada às atividades de socialização.

Conheça outros projetos residenciais praianos:

Casa Areia, escritório Debora Aguiar;

Casa de Praia, escritório Tammaro Arquitetura;

Casa Paraty, escritório studio mk27.


Escritório

Sotero Arquitetos9 projeto(s)

Local: BA, Brasil
Início do projeto: 2010
Conclusão da obra: 2011
Área do terreno: 1.112
Área construída: 646

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo