> > > KL Sports City

KL Sports City

KL Sports City
A Populous revitalizou estádio, arena, piscinas e estádio de hóquei, dando vida ao centro de esportes – e entretenimento – atualmente chamado de Kuala Lumpur Sports City (KLSC) Foto/Imagem:Aaron Pocock®

Cidade desportiva

O complexo poliesportivo Bukit Jalil National Sports Complex foi construído na capital da Malásia, Kuala Lumpur, para receber os Jogos da Commonwealth de 1998. Quase duas décadas se passaram até que, em 2017, outro evento chegou ao país: a 29ª ediҫão dos Jogos do Sudeste Asiático (SEA Games). Era preciso, portanto, um novo palco esportivo. Essa tarefa ficou a cargo do escritório Populous, que revitalizou estádio, arena, centro aquático e estádio de hóquei, dando vida ao centro de esportes – e entretenimento – atualmente chamado de Kuala Lumpur Sports City (KLSC).

O co-fundador e diretor principal da Populous, Paul Henry, conta que o redesenho do Estádio Nacional Bukit Jalil, da Arena Axiata, do Centro Aquático Nacional e do Estádio Nacional de Hóquei deveria alcançar dois objetivos :a criar edifícios de acordo com os padrões de infraestrutura internacional e evocar a cultura da Malásia.

A atração principal

O Estádio Nacional Bukit Jalil é um local esportivo considerado pelos malaios como o mais importante do país. Com capacidade para acomodar 87 mil pessoas, tornou-se o maior da Malásia, o 2º maior da ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático) e o 11º maior do mundo.

Seu protagonismo evidencia-se na fachada reformada que, apesar de manter o esqueleto icônico da antiga construção, ganhou um design moderno. Os arquitetos da Populous se inspiraram no tigre malasiano e executaram uma série de persianas verticais que lembram o desenho da pele do animal.

Os arquitetos da Populous se inspiraram no tigre malasiano e executaram uma série de persianas verticais que lembram o desenho da pele do animalFoto: Aaron Pocock®

"Embora tenhamos concebido a fachada como referência a esse símbolo, é importante e valioso que as pessoas possam criar suas próprias histórias, interpretações e apelidos ao longo do tempo", destaca Henry.

Essa segunda pele vai além dos valores estéticos, pois cumpre, sobretudo, a função de proteger o estádio da forte incidência solar. Por conta disso, todas as “listras“ da fachada foram torcidas, permitindo o sombreamento e a ventilação natural do pátio frontal sem esconder a estrutura original do volume.

Ao cair do dia, um novo espetáculo: luzes de LED incorporadas a essas “lâminas” trazem animações e propagandas de base digital com um vibrante conjunto de cores e padrões que iluminam a fachada tridimensional.

Arena, centro aquático e estádio de hóquei

A fachada da Arena Axiata (anteriormente conhecida como Stadium Putra) também se destaca no projeto da KL Sports City. Revestida de chapas metálicas onduladas e perfuradas, essa “casca” cobre o edifício existente, oferecendo um novo lobby e espaço de entrada aos usuários.

Outra mudança na arena foi a substituição completa de todos os assentos, que somam agora 11 mil bancos permanentes e 2.232 retratáveis. Segundo os idealizadores, isso trouxe mais flexibilidade para esportes e eventos indoor.

Já no Centro Aquático Nacional, o que mais chama a atenção não é fachada fechada com cortina de vidro, e sim, a cobertura feita com tecido tensionado. Ao atravessar o material translúcido, a luz natural torna-se abundante, mas, para atender aos níveis de luz das transmissões televisivas, foram incorporadas novas luzes de LED.

Composto por piscina olímpica, áreas de aquecimento e piscina de mergulho, o centro aquático da KLSC ainda ganhou uma nova plataforma de salto.

KL Sports City - Cidade desportiva
As pessoas caminham por pequenos parques entre os edifícios do Kuala Lumpur Sports CityFoto: Aaron Pocock®

No Estádio Nacional de Hóquei, que passou a disponibilizar 12 mil assentos, a maior novidade foi a instalação de um novo gramado.

Lugar de entretenimento

Além de sediar eventos esportivos, a Kuala Lumpur Sports City também foi concebida para acomodar outros tipos de cerimônias, como concertos, casamentos, convenções, lançamentos de produtos, exposições e até reuniões, inclusive ao ar livre. Afinal, ficou ainda mais agradável caminhar pela KLSC, que aumentou o espaço verde de 5 a 30% com o plantio de “corredores” de plantas tropicais.

Como informa a equipe da Populous, a intervenção no complexo esportivo ainda passará por uma segunda etapa de obras, que está prevista para iniciar em 2018 e contemplará novas instalações, como albergue juvenil, shopping center, hotel, hospital e museu.

 


Escritório

Populous1 projeto(s)

Local: KU, Malásia
Conclusão da obra: 2017

Tipo de obra:
Estádios
Tipologia:
Esporte

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo