> > > Centeranel Viracopos

Centeranel Viracopos

Centeranel Viracopos
A sólida composição do projeto Centeranel Viracopos conta com a plasticidade dos materiais para privilegiar as atividades logísticas Foto/Imagem:Nelson Kon

Centro industrial prima pela praticidade

Localizado na estratégica cidade de Indaiatuba, o primeiro Complexo de Cartas e Encomendas (CCE) do Estado de São Paulo foi concebido pelo escritório Paulo Bruna Arquitetos para se tornar um polo industrial extremamente funcional, com mínimos custos de manutenção e a possiblidade de expansão em mais de 16 mil m².

Devido à ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos, projetado para se transformar no maior da América Latina e receber milhões de passageiros, os municípios vizinhos, como Indaiatuba e Campinas, encontraram novos horizontes para seu desenvolvimento e infraestrutura. Com isso, estas regiões passaram a receber novas empresas e negócios, a exemplo, um dos maiores centros automatizados de distribuição dos Correios.

“A estatal possui uma vasta demanda, proveniente do crescente volume de compras realizadas pela internet, além do expressivo número de pequenos itens, que muitas vezes utilizam o transporte aéreo para chegarem aos destinos. Por isso, é importante que estes novos centros estejam taticamente locados próximos aos aeroportos, para agilizar o envio de correspondências e encomendas”, constata Pedro Bruna, arquiteto.

Programa e soluções

Às margens da Rodovia Santos Dumont, Km 62, o Centeranel Viracopos foi inaugurado em dezembro de 2014 e conta com área de administração, salas médicas, setor de segurança, tratamento de encomendas, entre outros ambientes, distribuídos em um espaço de 143 mil m², sendo 45 mil m² de área construída.

“Além do centro de distribuição, havia a necessidade da instalação de uma ampla área destinada aos escritórios. Esse espaço foi implantado com vista para o galpão e utiliza as mesmas tecnologias de pré-fabricação deste, sem perder o charme e a elegância”, detalha Bruna, ressaltando que, a plasticidade dos materiais e a composição simples do edifício contribuem para conservá-lo.

Assim, as fachadas foram feitas em concreto pré-fabricado e painéis metálicos com isolamento em poliisocianurato, tecnologias associadas a um bom custo-benefício que geram uma linguagem arquitetônica elegante e funcional. “A estética do complexo se configurou a partir da escolha desses materiais e dessas soluções estruturais que passaram a ser ressaltadas”, objetiva o arquiteto.

Conforto térmico e iluminação

De acordo com Pedro Bruna, a maior dificuldade consistia-se em refrigerar a extensa área do galpão, que possuía amplo pé-direito e máquinas de distribuição altamente sofisticadas, com automação e leitores de códigos. A partir disso, a solução encontrada para climatizar o armazém foi dispor, em todo o local, de equipamentos de ar-condicionado.
Quanto ao projeto de iluminação, os depósitos apresentam aberturas na cobertura, para que recebam luz natural, enquanto as demais áreas possuem luminárias de alto rendimento.


Escritório

Paulo Bruna Arquitetos9 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2013
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 143000
Área construída: 45000

Tipologia:
Industrial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo