> > > Casa Paes Leme

Casa Paes Leme

Casa Paes Leme
A Casa Paes Leme nasceu em um lote com 3.000 m² em Quirinópolis, a 150 km de Goiânia Foto/Imagem:Edgard Cesar

Integração em primeiro lugar


Um terreno de esquina com quase 3.000 m² em Quirinópolis (GO) recebeu a Casa Paes Leme. Composta por dois volumes retangulares de tamanhos similares que somam 560 m², a residência foi desenhada para acolher todo o entorno.

“A paisagem que o cliente gostaria de ver a partir da sala era um dado importante para o projeto. Sua posição precisava contemplar a incrível vista da natureza à esquerda – um misto de montanhas com a vegetação do cerrado. Ao mesmo tempo, ele também queria uma vista interna do lote, com jardim, piscina etc.”, conta Leo Romano, arquiteto e titular do escritório que carrega seu nome, sobre as primeiras diretrizes do projeto.

Integração é a palavra de ordem

A fachada da Casa Paes Leme é toda de alvenaria branca, assim como seu interior. “Não queríamos que as esquadrias fossem protagonistas, então usamos tudo branco para obter integração dentro da plasticidade que estávamos buscando”, comenta Romano.

A volumetria segue o mesmo conceito simples. Em formato de “L”, a casa recebe o setor social do lado esquerdo, enquanto o direito abriga a parte íntima. Segundo o arquiteto, essa definição foi escolhida por dois motivos: a possibilidade de todos os ambientes se voltarem para a piscina e a vantagem da parte social ter essa permeabilidade tanto para o lado de dentro quanto para o lado da paisagem.

A casa não apresenta nenhum tipo de hierarquia, tudo é muito integrado para ter um uso mais intenso. Desse modo, living, home, sala de jantar e varanda têm uma importância muito similar na planta.

As áreas de lazer se abrem para a área externa Foto: Edgar César

Assim, fica claro que a integração – seja ela entre os ambientes ou entre interior e exterior – é o ponto alto do projeto. Quando as esquadrias estão abertas, o programa da residência unifica varanda, área de lazer e toda a parte social. Segundo Leo Romano, essa amplitude dos espaços era uma das exigências do cliente, uma vez que ele adora receber pessoas. “Já nos quartos, uma vez abertas as portas do corredor, também dão para a piscina”, complementa.

Piscina essa que também é considerada um elemento importante da estrutura: revestida com pastilhas azuis, tem estrutura simples, mas mostra-se sinuosa na parte mais funda, enquanto o contorno se estende até a parte mais rasa, como uma prainha. “Assim conseguimos uma lâmina de água maior e mais proporcional ao volume da casa”, explica Leo. O espaço ainda recebe um spa.

Veja outros projetos do Leo Romano na Galeria da Arquitetura:

Casa Escalada

Casa do Pátio


Escritório

Leo Romano Interiores e Exteriores9 projeto(s)

Local: GO, Brasil
Área construída: 560

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo