> > > Centre de dia i casal de gent gran de Blancafort

Centre de dia i casal de gent gran de Blancafort

Centre de dia i casal de gent gran de Blancafort
O Centre de dia i casal de gent gran de Blancafort foi projetado pelo arquiteto Guillem Carrera para receber idosos da região e das cidades vizinhas e promover atividades educacionais para a terceira idade Foto/Imagem:Adrià Goula

Lar e centro educacional para idosos

Projetado em 2014 pelo arquiteto espanhol Guillem Carrera, o Centre de dia i casal de gent gran de Blancafort abriga dois programas num único edifício: uma residência e um centro educacional, ambos destinados aos idosos. A instituição – localizada no munício de Blancafort, na Espanha – atende à terceira idade da região e das cidades vizinhas.

O ponto de partida foi tornar o projeto arquitetônico acessível para a população idosa, com um layout confortável, amplo e simples em 650 m². “O edifício não deveria ser composto de apenas um programa e precisava atender a várias necessidades”, revela Carrera.

Materiais e revestimentos

Para combinar as duas atividades do Centre de dia i casal de gent gran de Blancafort, a implantação volumétrica foi organizada a partir de alguns conceitos que deixaram a edificação bela e vistosa quando observada de fora e aconchegante por dentro.

No programa interno, foram usados materiais quentes para garantir o conforto dos idosos Foto: Adrià Goula

O acesso principal ao edifício é feito pela rua Raval de Montblanc, onde um muro de contenção de pedras foi construído, dando personalidade a essa fachada. As outas foram construídas com concreto aparente e panos de vidro.

Ao escolher os materiais utilizados na parte externa do projeto, o arquiteto optou pelos que não precisam de manutenção frequente. Nesse caso, a edificação pode permanecer por um bom tempo sem ajustes, já que a instituição recebe doações para reformas.

O uso do concreto, considerado um material frio, é compensado pelos acabamentos quentes – madeira, aço corten e pedra –, além da vegetação inserida nos ambientes internos. “A vegetação cria uma ‘praça pública’ que serve como área de lazer e convivência para os idosos”, menciona Carrera.

Aconchego e contato com a natureza

O projeto de interiores é simples, visando apenas ao aconchego dos idosos. Como a região é bastante quente, a madeira e o vidro foram misturados para proporcionar conforto térmico e também energético.

A implementação do edifício respeita as construções urbanas que o rodeiam, de forma a preservar e não interferir no contexto histórico do município. O lar para idosos fica próximo a uma área verde, para que tenham contato com a natureza. Já o centro de atividades foi direcionado para o pátio interno.


novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo