> > > Residência Bandeiras

Residência Bandeiras

Residência Bandeiras
A casa do arquiteto Tito Ficarelli foi concebida por ele e pela irmã Chantal – sócios no escritório Arkitito. O projeto se destaca pela simplicidade que se contrapõe ao caos paulistano Foto/Imagem:Vivi Spaco

Viver descomplicado

Mais do que uma casa compacta, a Residência Bandeiras também pode ser definida como uma morada “descomplicada”. Assim desejava Tito Ficarelli, arquiteto que assina o projeto arquitetônico da própria casa junto à irmã Chantal, sua sócia no escritório Arkitito. Com programa simples e construção econômica, o sobrado se destaca na paisagem boêmia do bairro da Vila Madalena, em São Paulo (SP).

A estreita relação entre residência e cidade levou os arquitetos, inclusive, a posicionarem todas as aberturas da casa em direção à rua. Os vazios da fachada foram então vedados por caixilhos de alumínio e vidro, que mantêm todos os ambientes conectados ao bairro – sempre tão lembrado pela agitação cultural.

No entanto, a Residência Bandeira foi implantada apenas nos fundos do terreno. Antes de chegar a ela, o morador precisa caminhar por um longo pátio ajardinado que ocupa cerca de 40% do lote. Além de servir como continuação da rua, esse espaço ao ar livre pode ser usado como mais uma área de convivência.

Residência Bandeiras - Viver descomplicado
Ao chegar à Residência Bandeiras, o morador caminha por um longo pátio ajardinado e a céu abertoFoto: Vivi Spaco

Outro ambiente destinado a esse fim é o terraço que foi instalado na laje de cobertura. Voltado para o pôr do sol, esse solário oferece uma vista ampla para o bairro e, por conta disso, os irmãos Ficarelli garantem que é “um lugar especial para apreciar os fins de tarde”.

Economia na obra

Devido à verba limitada, a Residência Bandeira foi erguida a partir de elementos econômicos, que, além de tudo, agilizaram a obra. Segundo Chantal e Tito, o partido estrutural incorporou vigas de aço e lajes tipo painel, que formam uma estrutura leve e adequada à largura de 8 metros do lote. Enquanto o interior segue isento de paredes, as vedações externas foram feitas de blocos estruturais de concreto aparente.

Ambientes naturalmente iluminados

Com orientação noroeste, a fachada apresenta caixilharia recuada e de proporções irregulares que cria uma distribuição agradável de luz e sombra. Sobre a escada de aço vazada (localizada nos fundos da casa) há uma cobertura de vidro que também permite a entrada de iluminação natural durante o dia. “A luz permeia os dois andares e se soma à oferecida pela face frontal. À noite, destacamos focos específicos da casa”, descrevem os arquitetos.

Escritório

Arkitito7 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2011
Conclusão da obra: 2011
Área do terreno: 192
Área construída: 152

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo