> > > Escritório Alex Hanazaki Paisagismo

Escritório Alex Hanazaki Paisagismo

Escritório Alex Hanazaki Paisagismo
A reforma do Escritório Alex Hanazaki Paisagismo foi assinada pelo seu proprietário, que criou novos cenários paisagísticos para os ambientes internos e externos Foto/Imagem:Denilson Machado

Mais moderno e com mais verde

Quando o arquiteto e paisagista Alex Hanazaki viu a necessidade de reformar seu próprio escritório, o Alex Hanazaki Arquitetura Paisagística, em São Paulo, não teve dúvidas de que o projeto seria desenvolvido internamente e que teria como proposta ampliar a presença do verde nos espaços.

“Queríamos modernizar o escritório sem perder a nossa essência de paisagismo, por isso, apesar de dispormos de uma pequena área de jardim, tentamos explorar ao máximo o verde nos ambientes”, comenta.

O projeto também se preocupou em criar um espaço funcional, com linhas mais modernas e áreas mais abertas, sem, contudo, perder a privacidade.

Do antigo ao novo

Conseguir criar novas salas em um espaço que já era bastante explorado foi um desafio a ser superado pelos arquitetos do Escritório Alex Hanazaki Paisagismo. “Fizemos uma grande reforma, mas sem descaracterizar o antigo espaço. O pequeno jardim existente foi mantido, mas aumentamos o número de vegetações no terreno, como também acrescentamos um jardim vertical”, explica o arquiteto.

Apesar da discreta entrada da casa onde o escritório está inserido, o interior surpreende ao mostrar parte substancial do trabalho que os arquitetos do renomado escritório realizam.

Corporativo sustentável

Escritório Alex Hanazaki Paisagismo - Mais moderno e com mais verde
Materiais como aço, madeira, pedras e vidro predominam no projeto Foto: Denilson Machado

Todos os ambientes do Escritório Alex Hanazaki Paisagismo são amplamente abertos e integrados com o jardim. Os banheiros têm iluminação natural, reduzindo a utilização de energia elétrica. A iluminação de todo escritório foi feita em LED, e a irrigação do jardim tem captação de chuva e é retornável, como no caso do jardim vertical. Além disso, o projeto tem automação na sala de reuniões, que vai desde o ar-condicionado e iluminação até som e imagem.

Detalhes finais

Os materiais predominantes em todo o projeto foram vidro, madeira e pedra de limestone. Todo o térreo foi revestido com ripas de madeira de reflorestamento.

Para o andar superior, foi idealizada uma pintura que invade todas as salas, escadas e corredores, assinada pelo artista plástico Giuliano Martinuzzo. Como é marca do artista, que cria desenhos em paredes utilizando apenas canetas, as figuras são abstratas e trazem aos ambientes do escritório sensação de movimento e fluidez. “A arte de Martinuzzo nos inspirou a criar os jardins”, conclui Hanazaki.


Escritório

Alex Hanazaki Arquitetura Paisagística4 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2014
Conclusão da obra: 2015
Área do terreno: 250
Área construída: 350

Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo