> > > Casa RV3

Casa RV3

Casa RV3
Assinada pelo escritório Aguirre Arquitetura, a Casa RV3 foi construída em formato de “L” para melhor aproveitamento do terreno triangular Foto/Imagem:Leonardo Finotti

Varanda na cidade

Concebida pelo escritório Aguirre Arquitetura, a Casa RV3, situada em Uberlândia (MG), foi idealizada para acolher um jovem casal com três filhos. Inspirada na arquitetura brasileira, atende ao pedido dos proprietários de ter um espaço confortável para receber os amigos e para as crianças se divertirem.

Para isso, o programa organizado em 810 m² tem seus ambientes integrados entre si e com o exterior. Conta, também, com um espaço amplo reservado para acolher a oficina e a garagem do proprietário que possui alguns veículos para lazer.

Divisão dos espaços

Além de contar com um aclive expressivo, o terreno de 1731 m² é triangular. Pensando nisso, a casa foi disposta em formato de “L” para melhor aproveitamento do espaço e da insolação. A solução se deu através da implantação do bloco social e íntimo no mesmo nível do terreno – térreo. Já a área de serviços e a garagem foram alocados no subsolo.

Partindo da premissa dos ambientes integrados, um braço da residência foi destinado para sala de jantar, estar e cozinha. Os equipamentos de cocção e a pia foram colocados em uma grande bancada gourmet. Em paralelo, outra bancada embutida no armário conta com os equipamentos de refrigeração, que podem ser “escondidos” por portas.

No outro braço encontram-se os dormitórios, a sala de televisão e o jardim íntimo. A suíte master tem abertura para ambos os jardins – íntimo e social –, criando conforto térmico agradável para o casal.

Área externa

Norteados pelo conceito urban jungle, os arquitetos permitiram que a casa, mesmo inserida em uma região movimentada da cidade, ganhasse um clima agradável com a densa vegetação. Além disso, como a grande abertura para o ambiente externo, a casa tornou-se uma enorme varanda.

A abertura com vista para a densa vegetação tornou a casa uma enorme varanda Foto: Leonardo Finotti

O projeto de paisagismo, de Carlos Caetano, foi feito pensando na privacidade necessária da família. Para isso, todo o jardim social foi implantado na parte frontal do terreno em uma cota mais alta do que o acesso principal. Um grande volume de plantas bloqueia a visão de quem está na rua, mas sem obstruir a visão de quem está na casa.

Ao lado da piscina, de forma rebaixada, o espaço gourmet foi disposto como um “bar molhado”.

Materiais

De forma a amenizar a grande incidência do sol, a maior parte das paredes sólidas foi revestida em pedras e as platibandas em concreto. Já os grandes painéis de madeira foram escolhidos para as aberturas da residência. No setor íntimo, os painéis são de correr e, na parte frontal, são quatro pivotantes, que, quando fechados, tornam-se uma fachada sólida e, quando abertos, dão lugar a uma vista espetacular do sol poente – um dos maiores destaques do projeto.

Assim como a casa, o projeto de interiores segue uma linha minimalista com materiais nobres e aspectos naturais que resultaram em uma arquitetura clean e atemporal. Luzes pontuais foram colocadas estrategicamente para evidenciar passagens, dar destaque aos móveis, e até mesmo para complementar o paisagismo durante o período da noite.

Painéis solares foram colocados na cobertura, criando uma miniusina de energia fotovoltaica que alimenta toda a casa. Toda a casa conta com automação para abertura de persianas, iluminação, controle da piscina, controle de eletrônicos, tudo via celular.


Escritório

Aguirre Arquitetura10 projeto(s)

Local: MG, Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2018
Área do terreno: 1731
Área construída: 810

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo