> > > Concept offices

Concept offices

Concept offices
Com fachadas ricas em pequenas varandas de aço pré-moldado, o Concept Offices aposta em um visual leve e dribla a habitual sisudez das construções comerciais Foto/Imagem:Urban Media

Conexão visual

À primeira-vista, o edifício Concept Offices (COO), desenvolvido pelo escritório Urban Recycle, não parece um prédio comercial. Com 26 pavimentos e um total de 11 mil m², a construção exibe pequenas varandas de 5 m² pré-moldadas em aço nas fachadas norte e sul, tornando o visual leve e agradável. “As varandas permitem uma conexão visual com o bairro predominantemente residencial, diminuindo o impacto de uma edificação de uso empresarial”, declara Saul Kaminsky Bernfeld Oliveira.

As varandas permitem uma conexão visual com o bairro predominantemente residencial, diminuindo o impacto de uma edificação de uso empresarialSaul Kaminsky Bernfeld Oliveira Para chegar a esse conceito, o escritório buscou compreender as questões locais da cidade de Salvador (BA), implantando uma edificação de destaque, mas ao mesmo tempo, com uma relação de respeito à vizinhança pré-existente. “Era fundamental que o projeto fosse inserido de forma harmoniosa no bairro essencialmente residencial. Por isso nos preocupamos em planejar uma edificação que não destoasse do contexto”, explica Saul.

Com fachadas moduladas e estruturas pré-fabricadas em concreto, o Concept Office foi projetado para alcançar a redução do custo na execução da obra e ter maior rapidez na entrega final. Para isso serão utilizados materiais leves e industrializados com técnicas simples e de rápida execução.

Uso otimizado

Cada pavimento-tipo tem 412 m² de área construída e conta com cinco salas individuais de, aproximadamente, 60 m². Todos os ambientes preveem instalações aparentes e um sistema de piso elevado, fundamental para o usuário ter a flexibilidade necessária para adaptar qualquer layout de escritório.

Além dos pavimentos-tipo, optou-se também por incluir andares destinados ao uso empresarial coletivo, com espaço para auditório, sala de reuniões e outros objetivos. Na edificação também constam locais de uso aberto ao público externo como uma cafeteria, galeria de arte e restaurante.

Nesse ponto, esses ambientes distribuídos pelo pavimento térreo têm a arquitetura definida por platôs escalonados e integram totalmente o interior e exterior, dando continuidade ao espaço da rua.

Sustentabilidade

A construção ocupa o sítio de maneira eficiente do ponto de vista energético. A disposição permite o Era fundamental que o projeto fosse inserido de forma harmoniosa no bairro essencialmente residencialSaul Kaminsky Bernfeld Oliveira máximo de aproveitamento da ventilação natural e proteção contra o sol poente. Grandes aberturas em toda a edificação permitem total aproveitamento da iluminação natural, resultando na redução dos custos energéticos e, portanto, nos custos de manutenção para o cliente final.

Outros pontos que favorecem este aspecto são as fachadas moduladas e as estruturas pré-fabricadas em concreto. Elas prescindem do trabalho no canteiro de obras, exigindo apenas a montagem das peças e, consequentemente, evitam desperdício de matéria e otimização do tempo de construção do edifício. Em fase de estudo, o projeto ainda não tem data de construção.


Escritório

Urban Recycle Architecture Studio3 projeto(s)

Local: BA, Brasil
Início do projeto: 2013
Área construída: 11.000

Tipo de obra:
Edifícios comerciais
Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow Desenhos e plantas
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo