> > > Estúdio 4x4

Estúdio 4x4

Estúdio 4x4
Com o mínimo de impacto na vegetação nativa, o Estúdio 4x4 é quase imperceptível com a bela paisagem a sua volta Foto/Imagem:Cristiano Mascaro

Natureza em evidência

Construído e elevado do solo, o Estúdio 4x4 é o local de trabalho do fotógrafo Cristiano Mascaro. Foi implantado no terreno de sua residência, em Carapicuíba, interior de São Paulo. Ao respeitar a área inclinada, com diferentes tipos de vegetação, o projeto possui o mínimo de impacto no ambiente. “Por ser uma região em declive logo veio a ideia de soltar a construção do solo, por meio de uma estrutura montada in loco”, completa a arquiteta Teresa Mascaro, autora do projeto e proprietária do escritório Teresa Mascaro Arquiteta.

A maior dificuldade para a criação do estúdio foi definir o local de implantação para que o projeto desviasse das árvores existentes na região. Sendo assim, foi adotada a estrutura de aço, devido à facilidade de montagem, resistência e agilidade, além da leveza. A construção suspensa evita grandes cortes e aterros no terreno, preservando as árvores e as vegetações do entorno.

Construção leve

Em meio à natureza, avista-se a fachada marcada pela força do desenho da estrutura metálica e pelas vedações leves e limpas, compostas por placas cimentícias ao natural e planos de vidro.

“Apenas dois pilares metálicos sustentam a construção. Neles se apoiam dois ‘anéis’, formados por duas vigas e dois pilares cada um, que envolvem o volume. Ou seja, as vedações independem da estrutura”, explica Teresa.

O espaço compacto resume-se em 4 x 4 metros de área construída, por isso o nome do projeto. Com esse programa simples e inovador, o layout interno considera o equilíbrio entre as vedações transparentes para que aconteça a integração do interior com o exterior. O uso de vedações opacas serve para apoio de fotografias, painéis e estante para livros.

Materiais predominantes

Todos os materiais foram utilizados de maneira aberta ao plano e à obra, tanto que nenhum ficou disfarçado ou escondido. O piso é em tecnocimento vermelho e seu conceito é o de transparecer a verdade dos demais materiais utilizados na estrutura, nas vedações e no telhado.

Através dos grandes planos de vidro a iluminação natural predomina. Como o espaço é pequeno e sem divisórias, foram instaladas duas réguas pendentes que direcionam a luz para cima, para que reflitam no teto, difundindo a luminosidade.

Externamente, a estrutura metálica possui vedações opacas em placas cimentícias e transparentes planos de vidro laminado, dispostos em caixilhos de ferro galvanizado. Internamente, predominam placas de gesso acartonado e telhas metálicas termoacústicas com poliuretano. Todos esses materiais permite que o estúdio se destaque com estilo e leveza em meio às árvores. “Sua presença é quase imperceptível”, observa Teresa Mascaro.

Paisagem particular

A preservação da vegetação nativa é destaque e a responsável direta pelo projeto de paisagismo, além de propiciar ao fotógrafo um quintal particular em seu ambiente de trabalho.

“Um projeto inovador, que não é marcado por um estilo padrão. Pode-se dizer que tem uma linguagem contemporânea”, conclui a arquiteta sobre o Estúdio 4 x 4.


Escritório

Teresa Mascaro Arquiteta2 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2013
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 2.000
Área construída: 18

Tipo de obra:
Escritórios
Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo