> > > Loja Fernando Jaeger - Moema

Loja Fernando Jaeger - Moema

Loja Fernando Jaeger - Moema
A nova loja de móveis do designer Fernando Jaeger, no bairro de Moema, em São Paulo (SP), é uma vitrine aberta e convidativa Foto/Imagem:Maíra Acayaba

Interface atraente

Conhecido pelo comércio de rua elegante e badalado, o bairro de Moema, em São Paulo (SP), foi escolhido pelo escritório SuperLimão Studio para abrigar mais uma das lojas de móveis do designer brasileiro Fernando Jaeger.

Os arquitetos Lula Gouveia, Thiago Rodrigues, Sérgio Cabral e Antonio Carlos Figueira de Mello já haviam assinado o projeto arquitetônico da FJ Pompeia, outra loja do designer na capital paulista. “Eles queriam algo novo, cuja linguagem se relacionasse com a da primeira loja. Por exemplo, que tivesse instalações aparentes e piso em concreto. A escada, os caixilhos e a serralheria também têm similaridades”, revela a equipe.

Retrofit dinâmico

A fachada com peças vazadas e o envolvente jogo noturno de luzes são um convite para quem passa em frente à loja entrar e explorar o espaço.

Para obter esse efeito, a antiga estrutura, um galpão multiuso destinado a locação, passou por um processo minucioso de retrofit. Foram feitas diversas adaptações, de modo a obter uma loja ampla, que expusesse, como uma grande vitrine aberta, a diversidade de produtos da linha FJ e atendesse ao estilo dinâmico da marca.

Os arquitetos dividiram os 400 m² de área do empreendimento em três pavimentos. No subsolo, ficou a garagem e o setor técnico destinado à expedição e a carga e descarga. O térreo abriga o atendimento ao cliente junto com o showroom que expõe o mobiliário. Nos fundos desse extenso espaço, encontra-se a escada em “U”, moldada em concreto, que leva ao primeiro andar, onde estão os móveis prontos para levar e os caixas de apoio e serviço.

Loja Fernando Jaeger - Moema - Interface atraente
Em 400 m² de área, a loja foi dividida em três pavimentosFoto: Maíra Acayaba

A profundidade do interior da loja é marcada pela entrada em pé-direito duplo e pela planta livre, interrompida somente por dois pequenos volumes de madeira pinus que envolvem todo o galpão de suporte. “Tivemos de priorizar a questão da circulação e incluir um elevador”, contam os arquitetos.

Os produtos são organizados de acordo com a modulação da estrutura ou expostos em estantes, também de madeira pinus, desenhadas sob medida. “Junto com o Fernando Jaeger, desenhamos uma estante no fundo da loja”, mencionam.

Fachada vazada

O sol entrava no espaço pela fachada, e foi preciso criar uma barreira para que isso não intervisse na visualização do interior e nem do exterior. “Tivemos a ideia de nos basear em uma cadeira do próprio Fernando para criar a fachada, compondo-a com uma chapa de aço cortada no laser. É como se o visitante estivesse entrando em uma floresta”, descrevem os arquitetos.

A Cadeira Deliciosa, feita de material orgânico, remete a uma costela-de-adão (Monstera deliciosa). Levando esse ponto em consideração para tornar a fachada o grande diferencial da loja, a equipe do SuperLimão projetou uma leitura voltada para a própria produção do designer FJ, usando peças sob medida para o estabelecimento.

As peças vazadas criaram um jogo de luz e sombra, tornando o interior mais dinâmico. “Além disso, durante a noite, permitem a passagem da luz artificial para a rua, destacando a FJ e transformando-a em uma luminária urbana”, concluem os arquitetos.


Escritório

SuperLimão Studio24 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Conclusão da obra: 2015
Área construída: 600

Tipo de obra:
Lojas
Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo