> > > Bráz Elettrica

Bráz Elettrica

Bráz Elettrica
O SuperLimão Studio assina a nova casa da marca Cia. Tradicional de Comércio, a pizzaria Bráz Elettrica Foto/Imagem:Maíra Acayaba

Pizzaria descolada

Inaugurada no boêmio bairro de Pinheiros, em São Paulo (SP), a Bráz Elettrica foi projetada pelo criativo time de arquitetos da SuperLimão Studio, a pedido da Cia. Tradicional do Comércio.

Com cozinha comandada por Anthony Falco – pizzaiolo que ganhou fama no Roberta’s, de Nova York –, a pizzaria tem uma proposta despretensiosa e informal, servindo discos individuais de massa leve para se comer com as mãos. Acho que o grande desafio do projeto foi justamente entender essa leitura da marca e traduzir na arquitetura Lula GouveiaUma curiosidade está no nome “Elettrica”, escolhido em referência aos fornos elétricos, que ficam à vista e se tornaram o coração da casa.

O imóvel de esquina de 140 m² é marcado, ainda, pelas mesas comunitárias e pelas mesas e arquibancadas da calçada, que podem ser usadas a partir de diferentes configurações. Destacam-se também o pé-direito alto e as paredes semidemolidas. Além disso, fatias de pizzas foram desenhadas no chão para situar os clientes desde a entrada. A fachada original do projeto foi mantida e pintada com as cores azul e amarelo para compor a linguagem da marca.

“Acho que o grande desafio do projeto foi justamente entender essa leitura da marca e traduzir na arquitetura”, revela o arquiteto e engenheiro Lula Gouveia.

Otimização ambiental

Mobilidade, praticidade e funcionalidade eram os pontos de partida para a concepção do local. Assim, fornos, geladeiras, balcões e caixas podem facilmente ser mudados de lugar.

Os arquitetos buscaram criar um layout que possibilitasse um rápido fluxo de serviço, da escolha das bebidas na geladeira à retirada da pizza, que acontece diretamente no balcão.

O banheiro, acessado pelo lado de fora da pizzaria, é controlado pelo caixa com um botão interno, que, quando acionado, abre a porta para os clientes. O ambiente é em ladrilho verde e com uma ilustração sobre o revestimento.

Materiais e revestimentos

Bráz Elettrica - Pizzaria descolada
No andar superior, estão disponíveis mesas e sofás para acomodar os clientes Foto: Maíra Acayaba

Segundo o arquiteto Thiago Rodrigues, toda a infraestrutura do projeto anterior foi refeita. “Quando chegamos o espaço já estava sendo demolido. Trocamos a escada de lugar, criamos caixilhos novos em serralheria e descascamos as paredes. Fizemos também o piso nos dois andares, de concreto lixado”, completa.

O piso de concreto lixado com o agregado exposto foi escolhido por suportar o grande fluxo de pessoas. As paredes revelam as marcas de outras reformas, mas ganharam diversas colagens e recortes de personagens e personalidades comendo pizza, entre elas David Bowie, Madonna, Batman e Robin, O Gato Félix e outros.

“Precisávamos criar um espaço descontraído dentro do universo da pizza. Criamos uma colagem na parede, de autoria da artista plástica Lu Maia, e as ilustrações foram feitas para brincar com esse mundo”, menciona Rodrigues.

Criamos uma grande luminária no salão de entrada com discos de isolante de vidro de alta tensão de poste e criamos outra pendente que chama a atenção desde a rua, convidando as pessoas a entrar Thiago Rodrigues

O pistofibra aplicado no forro foi tingido com a cor vermelha, que contrasta com as tesouras de madeira e cria um efeito especial na ambientação. Esse revestimento acústico de celulose projetada foi usado nos dois andares da casa.

Diversas ligas de metais foram utilizadas nos revestimentos e nas instalações elétricas como referência aos materiais condutores de eletricidade. O cobre foi o mais eficiente, aparecendo na forma de tubulações dessa rede até o forno. “O forno elétrico já era revestido em cobre e veio pronto. Assimilamos ele ao projeto e trouxemos todas as instalações com o mesmo material”, comenta Rodrigues.

Na área de preparo da pizza, os arquitetos escolheram usar granito, que possibilita uma melhor manipulação das massas. Já sobre o balcão onde os clientes retiram seus pedidos, foi usado mármore verde Alpi, por lembrar a Malaquita, mineral do qual se obtém o cobre.

Por sua aparência asséptica, pastilhas brancas foram usadas na área de lavagem de bandejas.

A escada metálica e seu guarda-corpo remetem à estrutura de torres de alta tensão. No andar superior, estão disponíveis mesas e sofás para acomodar os clientes. A cozinha de pré-preparo fica exposta através de uma janela, atrás de uma parede revestida com madeira pinus, e nesta área as tesouras do telhado ficam aparentes.

A madeira cumaru com detalhes em pinus e as mesas comunitárias do salão, em tom claro, contrapõem com os demais materiais da Bráz Elettrica.

Iluminação elétrica

O projeto de iluminação foi desenvolvido especialmente para a pizzaria, com peças e isolantes elétricos de alta tensão de vidro e cerâmica, enfatizando o tema da eletricidade de forma sutil e inusitada.

“Criamos uma grande luminária no salão de entrada com discos de isolante de vidro de alta tensão de poste e criamos outra pendente que chama a atenção desde a rua, convidando as pessoas a entrar”, destaca Rodrigues.

A fiação que passa pela parede por um esquema de soquete e rolha foi mantida do projeto anterior e também se destaca pela casa.

Escritório

SuperLimão Studio17 projeto(s)

Local: SP,Brasil
Conclusão da obra: 2017
Área construída: 140

Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo