> > > Casa Corten

Casa Corten

Casa Corten
No projeto de Marcio Kogan, por trás do portão de madeira freijó ripada, uma grande caixa retangular envelopada em aço corten reflete uma frondosa árvore da rua em sinal de integração e respeito à natureza urbana Foto/Imagem:Nelson Kon

Geometria humana

Em um terreno estreito e comprido de 360 m², próximo ao parque Ibirapuera, São Paulo, um grande bloco retangular de alvenaria se destaca pela fachada cega, sem janelas, envelopada em chapas de aço patinável – corten –, um material que oxida naturalmente com o passar do tempo, formando uma camada de cor avermelhada, como se estivesse enferrujado. Instaladas sobre a alvenaria, as placas foram aparafusadas a um chassi metálico de perfis tubulares.

A atraente e inusitada textura dá à casa projetada pelo arquiteto Marcio Kogan um aspecto industrial e ainda oferece três vezes mais resistência à corrosão, se comparada ao aço comum. A caixa de alvenaria suspensa sobre uma espécie de pórtico branco abriga a porta de entrada de madeira freijó com cor similar às chapas metálicas. Já o portão frontal da garagem é feito de painéis de madeira ripada e abre-se inteiramente para a rua.

Materiais em rica consonância

Mas a combinação de materiais e formas não para por aí. Além das chapas de aço que medem O diálogo entre a textura enferrujada do exterior e a pedra, a madeira, a massa branca e o vidro constrói o espaço Marcio Kogan 2,12 x 0,92 m e formam o painel de cerca de 35 m² a construção de traços geométricos exibe na fachada dos fundos a nobreza do pano de vidro transparente, um volume suspenso com brises móveis de madeira e muros internos de pedra.

“O diálogo entre a textura enferrujada do exterior e a pedra, a madeira, a massa branca e o vidro constrói o espaço”, argumenta o arquiteto Marcio Kogan, do Studio MK27. E como a natureza não poderia ficar de fora, a sombra de uma árvore da rua encaixa-se perfeitamente ao partido arquitetônico, construindo uma atraente e humana paisagem.

Planta generosa

Contemporâneo, o grande bloco retangular é dividido em três pavimentos e reserva ambientes generosos que se abrem para as laterais e para os fundos da casa. No térreo, quatro portas-camarões de vidro integram e dividem, ao mesmo tempo, um amplo living com pé-direito duplo de 5,2 m a um pequeno deque com lareira externa. Nesse espaço um volume solto de madeira camufla a cozinha e, sobre ele, no mezanino, encontra-se o home theater.

A área íntima com três quartos e suítes localiza-se no terceiro andar, com o quarto do casal nos fundos, aberto para a área externa sempre que necessário por meio de um painel de brises de madeira que tem a função de filtrar a luz. Na cobertura da construção, ao ar livre, concentra-se o espaço de lazer com um convidativo ar de solário. Nela, um grande deque de madeira protegido por guarda-corpos de vidro descortina a bela vista da cidade. Para complementar, a piscina aquecida oferece o conforto de poder ser usada nas diversas estações do ano.


Escritório

studio mk2740 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2004
Conclusão da obra: 2008
Área do terreno: 360
Área construída: 360

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo