> > > Questtonó

Questtonó

Questtonó
Para a reforma da Questtonó, o Studio dLux contou com a colaboração dos funcionários da agência. A atmosfera jovial e ousada da nova sede faz com que todos se sintam em casa Foto/Imagem:Maíra Acayaba

Entre e fique à vontade, o escritório é seu!

A Questtonó – agência de design e inovação – ganhou uma nova sede, inovadora, confortável e descontraída. O Studio dLux realizou a reforma dos projetos de arquitetura e de interiores usando cores alegres, de forma que o escritório, localizado no bairro da Pompeia, em São Paulo (SP), não tivesse cara de ambiente corporativo.

Um detalhe interessante – considerado um diferencial – é que desde o início, a agência foi construída coletivamente. O projeto foi concebido para privilegiar os espaços de trabalho e integrá-los com os mais privativos, com um conceito mais ‘humano’, que promove a relação entre as pessoas de forma agradável Denis FuziiCom o intuito de mudar a rotina dos funcionários e fazê-los se sentirem em casa, num espaço jovial e ousado, os proprietários convidaram a equipe para participar da repaginação.

Programa fora dos padrões

A fachada da Questtonó é bem simples, o que faz com que as pessoas se impressionem ao entrar no escritório. Com ambientes abertos e agradáveis, a nova sede tem espaços integrados e harmônicos, que refletem novos ares corporativos.

Por ser um prédio comercial padrão, a circulação vertical também era padronizada, com térreo, mezanino e dois andares. O novo local contava com essa estrutura pronta, porém sem o charme e a identidade desejados. Por isso, foram feitos alguns ajustes para imprimir um estilo original.

A entrada do edifício fica do lado esquerdo, no térreo, onde há um portão de chapa de aço oxidada em seu estado bruto e um corredor cercado por blocos de concreto. À direita, tem um deck externo com uma bela jabuticabeira.

Ainda no térreo, foi projetada uma área especial para atender aos clientes, com um salão aberto com pé-direito duplo destinado para apresentações e eventos, um makerspace – fechado para experimentos da empresa – e banheiros. O mais legal e divertido desse andar é o grande banco cor-de-rosa, que começa no jardim interno e ocupa boa parte do espaço: ele nivela a rampa com um deck, transformando-se numa grande arquibancada. “O projeto foi concebido para privilegiar os espaços de trabalho e integrá-los com os mais privativos, com um conceito mais ‘humano’, que promove a relação entre as pessoas de forma agradável”, comenta o arquiteto Denis Fuzii.

O mezanino tem três war rooms, salas para projetos especiais e privativos da empresa, e algumas estações de trabalho Foto: Maíra Acayaba

No mezanino, estão três war rooms – salas destinadas a projetos especiais e “secretos” –, além de algumas estações de trabalho. No fundo fica uma das salas de reunião, uma pequenina copa e um charmoso quintal, no qual há uma horta comunitária.

Logo acima, está o primeiro andar, onde fica a área de staff da agência. Um amplo workspace mistura-se com pequenas salas de reuniões – algumas abertas, outras fechadas –, além de espaços de convivência para os colaboradores. Criamos um volume, no terraço, para elaborar outro acesso vertical que rompeu a circulação padrão e trouxe um destaque maior ao novo espaço Denis FuziiNo meio desse pavimento fica um volume que, além de receber reuniões mais informais, separa o setor comum do setor de trabalho.

O acesso para a cobertura é feito por blocos de madeira interligados a um lance de escada metálica atirantada.

O espaço preferido

A cobertura é a menina dos olhos da Questtonó. É ali que fica o QN lab, espaço para workshops e apresentações para clientes. Antigamente, esse pavimento não era usado, mas com a reforma, transformou-se num grande volume com estrutura metálica. O interior é revestido de madeira, e o exterior, com chapas cimentícias.

Grandes aberturas permitem a interação com a área externa, além de facilitar a entrada de luz natural durante o dia. Um espaço aberto foi criado para atividades ao ar livre. “Criamos um volume, no terraço, para elaborar outro acesso vertical que rompeu a circulação padrão e trouxe um destaque maior ao novo espaço”, conta o arquiteto.

Os proprietários da agência queriam muitas plantas no escritório, e elas foram escolhidas cuidadosamente para dar vida e cor ao local. Na entrada, fica um grande jardim vertical, e no terraço, há belas floreiras laterais.

Veja mais projetos corporativos na Galeria da Arquitetura:

Airbnb, por MM18 Arquitetura

Nova sede do Mercado Livre no Brasil, por athié wohnrath e Estudio Elia / Irastorza (EEI)

Paranoid, por Sub Estúdio

Escritório

Studio dLux12 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2017
Conclusão da obra: 2018
Área construída: 740

Tipo de obra:
Escritórios
Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo