> > > Escola Cícero Dias

Escola Cícero Dias

Escola Cícero Dias
Escola é projetada para integrar ambientes internos e externos, com estrutura que permite novas mudanças e adaptações Foto/Imagem:Carlos Cajueiro

Funcional e dinâmica

Partindo do conceito da difusão do saber, o escritório Oficina de Arquitetos projetou a Escola Cícero Dias com fartas aberturas – sem muros e o mínimo de portas e janelas fechadas. “O conhecimento não deve ser concentrado. Ele nasce do encontro, da troca e do aprendizado. A instituição, localizada no Recife, apostou nessa estrutura simples partindo desse princípio”, destaca uma das integrantes da equipe, a arquiteta Ana Paula Polizzo. 

De acordo com a arquiteta, o projeto arquitetônico é um pano de fundo para novos fluxos e mobilidades que podem ser inseridas. “A participação comunitária e a chegada de novos tempos poderão se adaptar ao layout da escola”. Os conceitos pedagógicos e a temática programada serviram de alicerce para a construção de uma arquitetura forte. Totalmente integradas e abertas, as portas e janelas apenas intensificam a relação entre o exterior e o interior. “Elas se inserem nas fachadas como um vírus que se espalha e toma conta do lugar”, ressalta a equipe.

Estrutura, organização e acessos

Para obter um resultado rápido e econômico, a escola foi erguida com técnicas construtivas comuns. É dividida em cinco blocos que abrigam salas administrativa, de informática, de professores e de aula, laboratórios, biblioteca, refeitório e auditório. Os blocos são conectados com estruturas metálicas que envolvem o pátio interno. Essa organização é tradicional em obras educacionais, pois permite que as aulas cotidianas se relacionem com as atividades externas, além de oferecer um melhor aproveitamento de ventilação, iluminação natural e energia.

Edificações com um ou dois pavimentos formam o volume da escola e se unem através da cobertura metálica. Elas atendem os requisitos de acessibilidade viabilizando uma circulação com fluidez através de rampas e escadas. A organização cria naturalmente um pátio interno junto a outro coberto que ligam as funções, de maneira que as áreas de convivência se encontrem dentro e fora das edificações.

Os dois acessos voltados para o norte do terreno abrem caminho para as áreas principais e de serviços. Já o acesso orientado para o sul fica próximo ao campo de futebol e é cercado por jardins.

Ambientes dinâmicos e coloridos

As nove salas de aula estão localizadas no segundo pavimento e são flexíveis, divididas por painéis móveis que podem abrir espaços únicos quando houver necessidade. Elas se abrem ao pátio interno através das circulações – diferente das salas térreas, que podem se voltar tanto para o interior, quanto para o exterior.

Além de ser equipada com mobiliários funcionais e computadores modernos, a escola conta com biblioteca informatizada. Cores proporcionam alegria e dinamismo aos ambientes. Elas são vistas principalmente nas janelas e nos grandes brises metálicos que envolvem as fachadas.

 


Escritório

Oficina de Arquitetos5 projeto(s)

Local: PE, Brasil
Início do projeto: 2005
Conclusão da obra: 2006
Área construída: 4.000

Tipo de obra:
Escolas

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo