> > > Flatmate

Flatmate

Flatmate
Com uma configuração de espaços totalmente nova, flat tem áreas amplas e luz natural vinda de praticamente todos os cômodos Foto/Imagem:Nieve | Productora Audiovisual

Um novo arranjo

Devido à alta demanda por espaços residenciais em Barcelona, na Espanha, foram definidos novos e menos rigorosos regulamentos urbanísticos. Com isso, muitos prédios que tinham até cinco pavimentos passaram a ganhar mais dois ou três andares. Para evitar que o aumento da altura dessas edificações implicasse em maior sombreamento dos imóveis, as novas expansões passaram a ter um recuo em relação aos planos originais das fachadas, formando um volume escalonado que “coroa” os edifícios.

Como essas alterações começaram a ser implementadas bem depois das construções originais, configurou-se, nesses novos imóveis, uma distribuição pouco usual dos espaços internos. O Flatmate – reformado com base no projeto arquitetônico do escritório Nook Architects – é um dos imóveis da cidade que seguem esse padrão. Trata-se de um apartamento de 55 m² com um cômodo de 12 m² alinhado à fachada e ladeado por dois terraços adjacentes. Esse cômodo sempre foi utilizado como quarto, devido às suas dimensões, mas sua posição em planta colocava as salas de estar e de jantar em um segundo plano, recuadas em relação à fachada em ziguezague – algo bastante incomum na cidade.

Mudanças necessárias e nova configuração

Na reforma do Flatmate, o proprietário desejava criar um novo quarto para a acomodação de hóspedes. Para os arquitetos do Nook, ficou claro que ambiente surgiria a partir de uma divisão da grande sala de estar existente e exigiria a reorganização desses espaços em relação ao quarto existente e à fachada original do edifício.

Flatmate - Um novo arranjo
O mosaico de ladrilhos hidráulicos hexagonais da cozinha remete às peças usadas nos edifícios da era industrial e modernista de Barcelona Foto: Nieve | Productora Audiovisual

O novo cômodo surge a partir da elevação de uma nova parede e a instalação de uma porta de correr com a altura do pé-direito do apartamento. Assim, quando a porta está aberta, é possível visualizar toda a extensão da parede arqueada.

O quarto existente foi fechado com grandes portas de correr translúcidas, dotadas de persianas paralelas e opacas, que permitem regular a entrada da iluminação natural no flat e oferecer privacidade a quem ocupa o espaço.

Materiais e soluções

Outra demanda do proprietário nessa reforma foi a de ampliar os espaços para armazenamento na residência. A proposta dos arquitetos consistiu em instalar armários envolvendo os arcos das duas extremidades, aproveitando as reentrâncias existentes.

“Seguindo os mesmos critérios dos armários colocados sob os arcos, agrupamos os armários da cozinha em uma única sequência, mantendo a ordem visual em um espaço reduzido sem comprometer a quantidade e versatilidade dos locais de armazenamento”, destacam os arquitetos.

Para definir um limite entre a cozinha aberta e a sala de estar, a equipe optou por substituir o revestimento de madeira do piso por um mosaico de ladrilhos hidráulicos hexagonais que remetem às peças utilizadas nos edifícios da era industrial e modernista de Barcelona. “A mudança de material, portanto, responde não só à funcionalidade, mas ao desejo de reconhecer o passado da cidade e rejeitar o caráter anônimo dos sótãos que se escondem da vista a partir da rua”, concluem.


Escritório

Nook Architects14 projeto(s)

Local: BA, Espanha
Conclusão da obra: 2014

Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow Desenhos e plantas
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo