> > > Apê Rua Mário

Apê Rua Mário

Apê Rua Mário
A arquiteta Nicole Finkel foi convidada pelos proprietários do Apê Rua Mário para realizar algumas transformações no imóvel de 180 m², de forma que ele atendesse a todas as suas necessidades Foto/Imagem:Rafael Renzo

Como pediram os moradores


Um apartamento de 180 m², com generosas janelas e uma privilegiada vista para o bairro Alto da Lapa, zona oeste de São Paulo, ainda não parecia pronto para receber um casal com dois filhos adolescentes.

Assim, a arquitetura Nicole Finkel, do escritório Nicole Finkel Arquitetura e Interiores, foi convidada pelos proprietários do Apê Rua Mário para realizar algumas transformações, que incluíram a integração dos ambientes, a mudança do mobiliário, a inclusão de gesso, uma iluminação mais quente e, principalmente, a substituição dos revestimentos.

“O apartamento era novo e os clientes queriam algo clean, moderno e de fácil manutenção. Misturamos madeira para dar aconchego no piso mais frio de porcelanato. O resultado é um projeto moderno, atual e prático”, comenta a arquiteta.

Redesenhando a planta original

A primeira transformação foi da estrutura da planta original. “Integramos a sala com o terraço, ampliando demais a área social”, conta Finkel.

Com o ganho de área, a extensa varanda ganhou duas diferentes funções: a parte maior recebeu uma área de estar com sofás, poltronas e uma mesa de jantar próxima à churrasqueira; já no menor espaço ficou o móvel com uma bancada de trabalho – para os dias em que os moradores trabalham em casa. “Um painel de madeira ripada com porta de correr separa os espaços sem isolá-los totalmente nem prejudicar a passagem de ventilação e iluminação natural”, comenta a arquiteta.

O novo layout da ala social fez com que o home theater e o estar ficassem conectados, sem deixar de lado os momentos de privacidade que cada um requer. Com uma proposta acolhedora em mente, a arquiteta apostou em uma marcenaria delicada e funcional. No home, por exemplo, o móvel da TV tem portas ripadas que escondem os aparelhos eletrônicos, deixando o ambiente organizado. O ambiente fica completo com um tapete cinza e um sofá retrátil para as noites de filme.

Como a maioria dos apartamentos atuais, a cozinha possui um formato de corredor, desafiando a arquiteta. “Revestimos o fundo dos nichos abertos dos armários planejados com espelho para dar uma sensação de amplitude”, explica. Em busca de um melhor fluxo para o cozinheiro, pia, fogão e geladeira ficam bem próximos, formando uma disposição em triângulo.

O resto do apê é composto pelo lavabo e três quartos. Na suíte, Nicole propôs um layout que admitiu uma hidromassagem. “Criamos uma iluminação especial com cromoterapia e para completar a sensação de conforto usamos um porcelanato que imita o visual e até as texturas da madeira.”

Revestimentos e materiais

Para trazer sensação de continuidade, o piso de porcelanato com aparência de concreto foi utilizado em todas as áreas comuns. Em contraponto, a madeira aparece em larga escala, principalmente no extenso painel que forra a maior parede do living e esconde três portas: entrada, lavabo e corredor que conduz aos quartos.

No quarto do casal predominam tons terrosos. Seguindo a mesma linguagem atemporal da sala, o painel com dois tons de madeira abriga TV, prateleira e rack com portas ripadas para esconder os equipamentos de som e vídeo. No dormitório da filha de oito anos, a arquiteta criou uma bancada onde a menina pode estudar e desenhar. Além da escrivaninha, o grande painel reúne prateleiras, nichos e quadro para a anotação dos recadinhos importantes.


Escritório

Nicole Finkel2 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Área construída: 180

Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo