> > > Casa Escarpas

Casa Escarpas

Casa Escarpas
Na concepção do projeto arquitetônico para a Casa Escarpas, em Capitólio (MG), o escritório Mutabile Arquitetura priorizou vista, insolação e privacidade dos moradores Foto/Imagem:Carlos Dias

De olho no Lago de Furnas

Pouco usual em fachadas, o ladrilho hidráulico em relevo é, portanto, o elemento que mais se destaca nesta casa de final de semana, localizada no Condomínio Escarpas do Lago, em Capitólio (MG). À frente do terreno encontra-se a piscina, com formato triangular e revestimento de pedra hijau. No interior, o escritório Mutabile Arquitetura – responsável pelo projeto arquitetônico – criou diversas aberturas zenitais que favorecem a iluminação natural.

Segundo o arquiteto Gabriel Souza, os proprietários pediram que a Casa Escarpas tivesse cinco suítes e mantivesse o padrão do bairro, situado próximo ao Lago de Furnas. Partindo-se disso, a equipe do Mutabile Arquitetura determinou três quesitos fundamentais: vista, insolação e privacidade.

As áreas sociais e de lazer deveriam desfrutar de vistas privilegiadas, assim como os dormitórios, que, ao mesmo tempo, precisavam oferecer privacidade aos moradores. “Este, inclusive, era um dos pontos-chave do projeto, por conta da rua em declive e da construção preexistente no lote ao lado”, comenta Souza.

Partido em “V”

O terreno estreito e pequeno, de 475 m², apresentava grandes desafios aos arquitetos. Levando em consideração a vista, a saída que eles encontraram foi adotar um partido em “V”, o qual gerou uma fachada diagonal em relação ao lote. “Ladrilhos hidráulicos em relevo destacam a variação de incidência solar sobre a mesma, criando uma fachada rústica, enquanto contemporânea em sua geometria”, descreve Souza.

Nesta quina do terreno foram alocados os principais ambientes térreos da Casa Escarpas, tais como o deck em madeira cumaru e a piscina triangular revestida em pedra hijau. “Por estar suspensa em relação ao nível da rua e ter borda infinita, ela dá a sensação de amplitude ao espaço”, observa Souza.

Casa Escarpas - De olho no Lago de Furnas
Outra faixa de vidro estende-se por toda extensão do pisoFoto: Carlos Dias

Dali em diante, estão varanda, salas de estar, jantar e cozinha totalmente integradas, enquanto nos fundos da casa dispõem-se lavabos e sauna. De acordo com Souza, esses ambientes podem ser acessados tanto pelo interior da residência quanto pela circulação lateral externa que percorre a outra fachada.

Uma escada conduz ao segundo pavimento, cuja circulação se abre para o pé-direito duplo da sala de estar. Nesse andar foram dispostas as cinco suítes. Enquanto os banheiros voltam-se para dentro da residência, os dormitórios ganham amplas janelas em venezianas de alumínio branco que se direcionam para o Lago de Furnas.

Privacidade e iluminação garantidas

Para preservar a privacidade dos moradores, e com isso, permitir a entrada de luz natural, os arquitetos criaram aberturas inusitadas na sala de estar. Além de uma ampla janela nos fundos, existem duas faixas de vidro: uma prolongando-se por toda extensão do piso e outra zenital. Esta segue marcada pelo pergolado de concreto, que causa diferentes efeitos de luz e sombra ao longo do dia.

Fornecedores desta obra

Escritório

Mutabile Arquitetura.Design Gráfico2 projeto(s)

Local: MG, Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2017
Área do terreno: 475
Área construída: 300

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo