> > > Residência OS

Residência OS

Residência OS
Inserida na cota mais alta de um terreno em Bragança Paulista (SP), a Residência OS tem uma visão de tirar o fôlego e é totalmente integrada com a natureza Foto/Imagem:Fernando Guerra

Entre pórticos, beirais e jardins

Planejada num terreno de 3.670 m² na cidade de Bragança Paulista (SP), a Residência OS é marcada por brises, beirais e amplas aberturas, tudo para que os proprietários tivessem contato direto com a natureza.

Tem sempre um jardim envolvendo tudo. Construímos pracinhas com as formas da casa que tem usos diversos: uma é para entrar através do jardim, a outra é para separar o social do privado e usar o jardim como algo mais íntimo etc. Paulo Jacobsen

Seu projeto arquitetônico foi assinado pelo escritório Jacobsen Arquitetura, que buscou inserir a estrutura na cota mais alta do lote. Além de permitir maior aproveitamento visual do entorno, o modo como o volume foi encaixado não interferiu nas construções vizinhas.

Casa ajardinada

Quando vista de longe, a Residência OS dá a impressão de ser térrea, mas não é. O declive da topografia viabilizou a criação de uma área técnica no nível inferior, com garagem, casa do caseiro, ‘quarto de bagunça’ para as crianças e lavanderia.

Esse setor de serviço tem acesso direto à laje ajardinada, que foi implantada como cobertura para dar um ar de compartimento habitável, evitando problemas de ventilação e iluminação.

Os programas – social e íntimo – foram dispostos em dois pavilhões independentes da mesma largura, porém paralelos e dispostos de forma desalinhada no terreno. Os blocos são interligados por um espaço de circulação sobre um espelho d’água – que também é o hall de entrada da casa – fechado por vidros e painéis de madeira, criando uma conexão agradável pela passagem.

“No começo a entrada não era essa. Seria apenas um espaço de ligação, como se fosse uma ponte com jardins”, revela o arquiteto Bernardo Jacobsen. Mas, com a inserção do projeto de paisagismo – assinado por Isabel Duprat –, este se tornou um eixo forte da residência. O intuito era construir uma casa completamente transparente rodeada por jardins.

“Tem sempre um jardim envolvendo tudo. Construímos pracinhas com as formas da casa que tem usos diversos: uma é para entrar através do jardim, a outra é para separar o social do privado e usar o jardim como algo mais íntimo etc.”, conta o arquiteto Paulo Jacobsen.

O projeto de paisagismo foi importante para criar esses prismas externos diferenciados, ou seja, não há integração entre os jardins, são apenas pequenas partes com usos diversos.

A premissa do escritório Jacobsen Arquitetura era construir uma casa completamente transparente e rodeada por jardins Foto: Fernando Guerra

Pavimentos

O primeiro pavimento recebeu o setor social: salas de estar, jantar e televisão, cozinha e spa. Todas essas áreas foram abertas para a varanda contínua com melhor vista para o entorno, onde estão a piscina e o solário.

Esse posicionamento permitiu proteção dos raios solares da tarde. Com as salas voltadas para esse lado, os moradores podem apreciar o pôr do sol, e o mesmo vale para a piscina. Assim, os dormitórios ficaram na face leste e recebem apenas a insolação da manhã. “Essa foi uma preocupação que norteou bastante a colocação da casa no terreno e a criação dos jardins”, comenta Paulo.

O segundo pavilhão ficou disposto no fundo do lote, onde estão todas as suítes, tanto dos moradores quanto dos hóspedes. Como essas áreas estão voltadas para o sol nascente, receberam uma extensa varanda coberta que também age como beiral para as aberturas.

Pórticos de madeira laminada

Por mais que o volume da Residência OS não interfira nas construções vizinhas, sua estrutura chama a atenção pelos diversos pórticos de madeira laminada que a envolvem em forma de ‘L’.

As vigas de madeira apoiam-se em uma peça metálica recuada e estão bem próximas umas da outras, com cerca de 40 cm de afastamento. Além disso, pequenos vidros foram encaixados nesses espaços, favorecendo a entrada de iluminação natural. O modo como foram dispostas auxiliou para que fossem criadas varandas cobertas e abertas pela residência para apreciação da natureza.

Veja outras residências com pórticos de madeira na Galeria da Arquitetura:

Casa Grelha, por FGMF Arquitetos

Casa Onda, por Mareines Arquitetura e Patalano Arquitetura

Casa MS, por Studio Arthur Casas

Escritório

Jacobsen Arquitetura14 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2014
Conclusão da obra: 2016
Área do terreno: 3670
Área construída: 1200

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo