> > > Na Mata Café

Na Mata Café

Na Mata Café
Na fachada, as características originais foram mantidas, com a recuperação do concreto aparente Foto/Imagem:Fran Parente

Alegria colorida

Em tempo recorde de quarenta e cinco dias os arquitetos do FGMF – Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz – reuniram esforços para reformar o Na Mata Café, em São Paulo (SP). Era necessário conciliar as atividades do estabelecimento, criando uma identidade arquitetônica nova e forte. “Ao longo dos anos a implantação linear e integrada dos ambientes aliada a pequenas intervenções culminou na perda da unidade do projeto original”, justifica Fernando Forte.

Exterior x interior

O acabamento em concreto aparente das laterais e da fachada foi restaurado. O piso e o forro tiveram os desníveis eliminados, enquanto as paredes e o teto ganharam dupla camada de acabamento personalizado. A área de shows teve o palco ampliado e o mezanino se subdividiu em camarotes.

Os profissionais investiram em uma nova linguagem visual por meio de códigos complementares. Nas paredes, sobre a pintura preta, aplicaram adesivos de círculos recobertos por verniz transparente. O ambiente também recebeu letreiros tipográficos desenhados pelos arquitetos. Os grafismos deram ao espaço a ilusão de parecer mais largo e menos profundo do que os reais 40 m de comprimento, organizando visualmente a volumetria dos interiores luxuosos.


Fornecedores desta obra

Escritório

FGMF Arquitetos37 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2010
Conclusão da obra: 2011

Tipo de obra:
Cafés
Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo