> > > Trapézio

Trapézio

Trapézio
Conceito arquitetônico teve como diretriz forma geométrica e o equilíbrio entre os elementos sonoros e de iluminação cênica Foto/Imagem:Rafael Wallace Barros

Templo em forma de trapézio

O projeto para o templo religioso da zona sul fluminense revela-se como a perfeita harmonia entre seu conceito arquitetônico e as diretrizes acústicas e luminotécnicas – elementos que se evidenciaram como as principais necessidades do programa. Afinal, o complexo destinava-se a quase quatro mil pessoas e deveria contemplar a plena visibilidade em todos os pontos com alto potencial de conforto.

Base em formato geométrico e iluminação balanceada

Ao analisar a estrutura designada, o escritório pautou o projeto estrategicamente em um formato geométrico. “Os vários estudos de visadas, incluindo os ângulos de cada ponto do tempo, permitiram chegar a uma forma desenhada em cima de um trapézio. Essa base torna-se crucial à medida que facilita a visão total do palco sem perder em número de poltronas, muito menos no conforto do ambiente. Na realidade, essa linha dá movimento em todo o corpo da nave do templo e, ao mesmo tempo, não perde a neutralidade da forma”, explica o arquiteto Felipe Martins.

O contato visual em todas as partes também foi obtido a partir da marcação luminotécnica das paletas verticais e de outros mecanismos, tais quais os de um estúdio – evidentemente em escala ampliada, considerando o tamanho do templo. Assim, optou-se pelo uso de nuvens, rebatedores e difusores, todos fornecidos em materiais muito mais duráveis e com acabamento rigoroso.

“O maior cuidado a ser tomado a respeito da iluminação estava na preservação de um espaço com iluminação cênica e que estivesse completamente adaptado aos momentos de uso do templo como momentos para leitura, gravações de imagens e eventos de atmosfera teatral”, conta.

Átrio acústico

Outro ponto crucial do projeto foi o projeto acústico, desenvolvido em uma base muito forte no que diz respeito à absorção, o que permitiu a individualização de todos os tiros sonoros – entre graves e agudos. Assim, as paredes foram revestidas e afinadas com materiais específicos como forros e placas, agregando para uma estrutura contemporânea e leve, sempre em harmonia com as demais funções do templo.

Os materiais acústicos também contemplaram as áreas do fosso do palco, com revestimentos especiais e de alta tecnologia que possibilitaram o equilíbrio na absorção dos ruídos e das reverberações.


Escritório

FCM Arquitetura5 projeto(s)

Local: RJ, Brasil
Início do projeto: 2011
Conclusão da obra: 2013
Área construída: 4.670

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens

APROFUNDAMENTO TÉCNICO

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo