> > > CAD 1 - Centro de atividades didáticas de Ciências Naturais UFMG

CAD 1 - Centro de atividades didáticas de Ciências Naturais UFMG

CAD 1 - Centro de atividades didáticas de Ciências Naturais UFMG
CAD 1, DA UFMG, é distribuído em quatro blocos de concreto armado que permitem diversidade de uso com soluções ambientais que priorizam iluminação e ventilação naturais Foto/Imagem:Junia Mortimer

Moderno e ambientalmente adequado

O projeto, marcado pelo programa bem definido com quatro prédios de concreto armado, oferece diversidade de uso a partir de instalações modernas. Os edifícios recebem auditórios nos blocos laterais (dois para 210 pessoas e outro para 600) e quase 30 salas de aula nos centrais, com capacidades variadas, que recebem mais de 1,5 mil alunos por hora.

“Uma das preocupações foi garantir instalações contemporâneas para suprir as carências de alguns tipos de espaço no campus como os auditórios com bancadas – uma tipologia que até então não existia. Os ambientes são sóbrios e zelam pela simplicidade e facilidade de manutenção”, relata o arquiteto Geraldo Ângelo Silva Dinho.

Os prédios são afastados cerca de 30 metros da rua, fator que diferencia as instalações contra o impacto do ruído do trânsito local. Há, também, uma faixa de terreno entre a garagem e o passeio que possui densa arborização, beneficiando as condições ambientais.

Soluções ambientais

A condicionante da implantação dos edifícios foi o terreno bastante estreito, inicialmente ocupado por estacionamento, e, sobretudo, com orientação solar desfavorável. Daí a busca por ambientes ventilados e harmonicamente iluminados.

“A fachada principal que dá para as salas de aula é protegida por brises. Do outro lado, há um corredor avarandado, decorrente da organização dos espaços de ensino em um único lado, que protege a parede da insolação. Essa formatação assegura ótimas condições de conforto ambiental, uma vez que o rebaixamento do forro das circulações permite que as salas recebam ventilação cruzada, sem prejuízo do conforto acústico”, explica a arquiteta Renata Siqueira.

Renata complementa ao dizer que “no auditório maior, as fachadas cegas protegem o ambiente, enquanto os auditórios menores têm circulação perimetral envidraçada que acaba contribuindo para o isolamento térmico, além de otimizar o desempenho do sistema de ar-condicionado”.


Escritório

DPFP2 projeto(s)

Local: MG, Brasil
Início do projeto: 2009
Conclusão da obra: 2012
Área do terreno: 9.750
Área construída: 8.662

Tipo de obra:
Centros Educacionais

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow

Ficha Técnica

  • Arquitetura: DPFP
  • Arquitetura: DPFP - Arq. Maria Lúcia Malard - Prof. da Escola de Arquitetura UFMG e Diretora do DPFP 2008-2010; Arq. Maria Cristina Furlan - Arquiteta do DPFP 2008-2011(Autoras); Arq. Renata Siqueira – Arquiteta do DPFP 2008-atual (Proj. Executivo); e Alenka Cencic - Arquiteta DPFP 2008-2012 (Paisagismo)
  • Co-Incorporação: Fundep/UFMG
  • Gerenciamento/Coordenação: DPFP
  • Gerenciamento/Coordenação: UFMG
  • Projeto de Climatização e Ar-condicionado: SEIT
  • Projeto de Fundação: CONSULGEO
  • Projeto de Iluminação: Magna Engenharia
  • Projeto de Instalações Elétricas: Magna Engenharia
  • Projeto de Instalações Hidráulicas: Magna Engenharia
  • Projeto de Interiores: DPFP
  • Projeto de Interiores: UFMG
  • Projeto de Paisagismo: DPFP
  • Projeto de Paisagismo: UFMG
  • Projeto e/ou Consultoria de Acústica: Marco Antônio Vecci
  • Projeto e/ou Consultoria de Esquadrias: B&M
  • Projetos de Infraestrutura da obra: Eng. Roberto Fontes
Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo