> > > Edifício Vera Cruz II

Edifício Vera Cruz II

Edifício Vera Cruz II
Solução trouxe inovação, solidez e dinamismo ao Edifício Vera Cruz II, projetado pela Collaço e Monteiro Arquitetos Associados Foto/Imagem:Divulgação Collaço e Monteiro A. A.

Fachada em cobre sobressai na região

Projetado pelo escritório Collaço e Monteiro Arquitetos Associados, o Edifício Vera Cruz II foi implantado em uma das áreas mais nobres e dinâmicas de São Paulo, que concentra boa parte dos edifícios corporativos da cidade.

Um dos objetivos principais dos arquitetos era desenvolver um empreendimento sustentável e superar a eficiência das edificações com padrão triple A e com pré-certificação LEED Platinum. “O projeto tinha que ter inovação, sofisticação e solidez, visando atender além das atuais exigências do mercado corporativo”, relata o arquiteto Roberto Collaço.

Fachada unitizada

Buscando obter uma fachada inovadora, os arquitetos optaram pela utilização do cobre como material principal. "O Edifício Vera Cruz II é uma das primeiras obras a usar painéis de cobre compostos em módulos unitizados, os quais foram intercalados com vãos de pede de vidro”, conta o arquiteto Rafael Collaço.

A fachada possui alta tecnologia e eficiência na utilização dos espaços, além de amplas varandas em todos os pavimentos, permitindo vistas privilegiadas da cidade.

“Todas essas características reforçam os conceitos de inovação, dinamismo, solidez e atemporalidade do empreendimento. Sua transformação acompanhará o envelhecimento da construção sem torná-la ultrapassada”, comenta. Intencionalmente, a modulação e a dimensão das placas de cobre e do vidro foram projetadas sempre variando entre os pavimentos e na planta.

Concepção com eficiência

A torre foi recuada em direção aos fundos a fim de valorizar o paisagismo voltado para a avenida e viabilizar o conceito urbanístico green quarter, no qual o público e o privado se mesclam e suavizam a paisagem urbana.

Os acessos de pedestres e automóveis foram setorizados de modo a evitar conflitos e proporcionar maior fluidez e segurança aos usuários. A quantidade de pavimentos e a área de projeção da torre resultaram da estimativa da melhor proporção entre taxa de ocupação e coeficiente de aproveitamento permitido para o local.

O terreno original era plano, não oferecendo implicações ao projeto. “Parte do edifício está sobre pilotis, que favorecem a circulação de pedestres e protegem contra intempéries”, completa.

Materiais dão o tom

Os materiais utilizados uniram a nobreza dos painéis de cobre patinado em dimensões variáveis, com a eficiência climática de vidros insulados, laminados, temperados e que também formam vãos de pele de vidro. Os pilares de concreto também foram revestidos em cobre patinado.

O terraço conta com guarda-corpo em vidro, estruturado em montantes de aço revestidos em alumínio. “A estrutura é em concreto, mas a marquise e o piso das áreas técnicas da cobertura são em estrutura metálica. Os materiais foram escolhidos a dedo”, conclui Rafael.


Fornecedores desta obra

Escritório

Collaço e Monteiro Arquitetos Associados9 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Conclusão da obra: 2015
Área do terreno: 6.317
Área construída: 38.070

Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo