> > > Casa das Praças

Casa das Praças

Casa das Praças
A Casa das Praças foi desenhada pelo Bloco Arquitetos em quatro blocos que são interligados por pequenos jardins, formando as praças que dão nome a residência Foto/Imagem:Haruo Mikami

Jogo de encaixe


Quatro blocos postos de maneira despretensiosa na parte mais alta de um terreno de 4.800 m² formam a Casa das Praças, projetada pelo escritório Bloco Arquitetos. Com 950 m² de área construída, a estrutura possui as principais aberturas voltadas para o norte, “sendo possível ver parte do Plano Piloto de Brasília”, de acordo com o arquiteto Matheus Seco, que divide a autoria do trabalho com Daniel Mangabeira e Henrique Coutinho.

Devido a suas generosas aberturas, os programas são instalados com um leve recuo, como se fossem encaixados dentro dos volumes. “Isso diminui a incidência direta do sol nas esquadrias durante o solstício de inverno e elimina a incidência durante o verão”, afirma Seco.

Estruturas separadas

O programa de necessidades da residência é separado em dois pavimentos e quatro setores distintos: íntimo, social, serviço e lazer. Apesar da clara separação funcional entre os setores, a composição volumétrica não faz essa distinção.

A intenção foi dispersar o volume resultante da grande área de construção seguindo critérios de vistas para o exterior e melhor orientação solar.

Área de lazer Foto: Haruo Mikami

Como os arquitetos procuraram voltar os ambientes para a vista exterior e obter melhor orientação solar, criaram “praças” com espaços ajardinados. Esses espaços – e todo o restante do projeto de paisagismo – foi assinado pela arquiteta e paisagista Mariana Siqueira, que utilizou espécies do serrado em uma estratégia pioneira de plantio de forrações nativas. A grande área verde da cobertura é acessível por meio dos quartos.

Sobre a fundação, Seco explica que a estrutura é toda feita em concreto e utiliza vigas apenas no contorno da construção. Isso facilitou a instalação de ar-condicionado “dutado”, tipo VRF, em todos os cômodos.

Para o revestimento do piso no pavimento superior e térreo, foi escolhido piso de madeira sucupira que unifica as funções. Todos os ambientes da casa recebem o mesmo tratamento, sem distinção ou hierarquização de materiais, apenas a adaptação para cada função.


Escritório

BLOCO Arquitetos14 projeto(s)

Local: DF, Brasil
Área construída: 950

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo