> > > Riba

Riba

Riba
Marcado pelo jogo de azulejos e pelas mesinhas na calçada, o Riba convida o público carioca a renovar sua maneira de "botecar" Foto/Imagem:Maíra Acayaba

Boteco à moda gourmet

Rio de Janeiro rima com boemia. E, agora, o carioca tem um novo endereço para exercer essa arte: o número 188 da movimentada Rua General Urquiza, esquina com a Rua Dias Ferreira, no charmoso bairro do Leblon. O Riba apresenta uma releitura moderninha dos tradicionais bares da Cidade Maravilhosa, unindo a informalidade dos botecos com um cardápio artesanal no estilo gourmet, tão celebrado atualmente.

O convite para desenvolver o projeto arquitetônico partiu do empresário italiano e sócio do estabelecimento Arturo Isola ao escritório paulista SuperLimão Studio. Para cobrir todas as áreas criativas da concepção, o escritório, por sua vez, chamou mais duas equipes, a do arquiteto local André Piva e a da empresa Laika Design – responsável pela criação da marca e por toda a identidade visual do local.

Os arquitetos Lula Gouveia, Thiago Rodrigues, Antonio Carlos Figueira de Mello, Rafael Zampini, André Piva, Juliana Sae e Carolina Nigri revelam que o nome sugere um duplo sentido. “Expressa a simplicidade de um cara comum do bairro, apelidado de Riba, persona frequente nos botecos, que somos todos nós. E é também da gíria americana para ribs (costela)”, contam.

O coração do Riba

A integração da área interna com a externa resultou em um pequeno espaço todo integrado, de 60 m², no qual não faltam detalhes. O balcão fica voltado para a rua, de maneira convidativa. As mesinhas na calçada atraem os pedestres, surpreendendo-os antes mesmo de entrarem no bar. “O piso cimentado único faz com que o bar se aproprie da esquina e que a mesma se aproprie do local”, fala a equipe.

O estilo industrial das paredes descascadas ao fundo do bar expõem a estrutura do prédio, com seu pórtico de concreto, emoldurando o que os arquitetos consideram como o coração do Riba: a cozinha e o balcão.

Riba - Boteco à moda gourmet
A grande bancada envidraçada do balcão conta com um moderno sistema de refrigeração que deixa os chopps artesanais na temperatura ideal para servir os clientesFoto: Maíra Acayaba

Eles explicam, ainda, que o balcão foi propositalmente colocado de esquina, com uma grande bancada envidraçada embaixo. Ali é operado um moderno sistema de refrigeração, para que os clientes sejam servidos com chopps artesanais na temperatura ideal.

Acompanhando toda a descontração do ambiente, o mobiliário – com grande variedade de mesas, cadeiras e bancos – foi desenhado para que os clientes se sintam sempre à vontade. “Os bancos externos, assim como o bicicletário, cumprem dupla função, virando o fechamento do bar à noite”, explica a equipe.

Azulejos vibrantes

A paredes e o balcão foram revestidos com azulejos, mesclando branco, azul, preto e verde. O revestimento é contraposto ao minimalismo do concreto. “Para isso chamamos a Lurca, que mapeou todos os planos de forma a criar um grande painel horizontal, que percorre todo o bar como uma grande pincelada de cor, valorizando ainda mais a esquina”, mencionam os responsáveis pelo projeto.

Há uma curiosidade nos banheiros, que transmitem a sensação de que não existe limite entre as paredes, teto e portas. Os azulejos invadem todo o espaço, criando um jogo psicodélico de luzes e espelhos.

Convite aos amigos

O empresário Arturo Isola afirma ter se inspirado no carioca way of life para erguer o Riba. E isso significa valorizar, sobretudo, um ambiente gostoso, ideal para o bate-papo entre amigos.

“O Riba começa com ares de um lugar que sempre esteve ali e onde sempre queremos estar”, concluem os arquitetos.


Escritório

André Piva Arquitetura2 projeto(s)SuperLimão Studio24 projeto(s)

Local: RJ, Brasil
Início do projeto: 2016
Conclusão da obra: 2016
Área construída: 60

Tipo de obra:
Bares
Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo