> > > Teatro do Colégio Miguel de Cervantes

Teatro do Colégio Miguel de Cervantes

Teatro do Colégio Miguel de Cervantes
A reforma do Teatro do Colégio Miguel de Cervantes pelo escritório acr arquitetura consistiu na primeira etapa do projeto de ampliação da instituição Foto/Imagem:Alexandre Straub

Remodelação teatral

Na primeira etapa do projeto de ampliação do Colégio Miguel de Cervantes, em São Paulo (SP), o escritório acr arquitetura repaginou um espaço cultural multiuso integrado ao dia a dia dos alunos – o teatro.

“A renovação do Teatro do Colégio Miguel de Cervantes foi o primeiro passo em direção a uma transformação pedagógica e tecnológica, que refletirá na qualidade da educação e beneficiará alunos, familiares, visitantes e professores”, conta o arquiteto Antonio Carlos Rodrigues.

O espaço ganhou uma nova estrutura para atender às atuais necessidades pedagógicas e também às atividades extracurriculares, como eventos, palestras, formaturas e apresentações de espetáculos de dança flamenca.

Intervenções necessárias

O foyer do teatro foi redesenhado para o conforto dos espectadores Foto: Alexandre Straub

O teatro foi interligado às salas de aula por uma ampla passagem coberta. A proposta foi ampliar a área de intervenção para a marquise e também elevar o teto, para criar uma atmosfera mais agradável.

O volume principal foi incorporado ao pátio com jardim, como uma extensão do foyer. Esse hall de estrada do teatro foi redesenhado para o conforto dos espectadores, com madeira clara e piso escuro, e está próximo aos clusters e à biblioteca. Além disso, garante a facilidade de acesso aos visitantes, sem perder a integração com o dia a dia dos alunos.

“O objetivo foi criar um contato visual e conceitual da cultura do Colégio Miguel de Cervantes com o teatro. Vedações de vidro também conectam, visualmente, o interior com o exterior. Além disso, neste hall foram aplicados retratos de ícones da cultura e arte espanholas”, comenta Rodrigues.

Palco

No palco, a retirada de parte do solo permitiu que o local fosse rebaixado, totalmente redesenhado e com novas dimensões. A largura e profundidade foram ampliadas resultando numa área de cena de 16 m x 13 m, o que possibilita a realização de espetáculos de música, dança e peças teatrais.

Esta mudança gerou um pé-direito maior, que viabilizou um novo sistema de iluminação cênica e para suporte de elementos cenográficos, através de uma grelha cenotécnica, onde foram fixados a vestimenta cênica, os cenários e os refletores. Essa grelha também está integrada às varas de iluminação cênica com pontos de alimentação e distribuição de sinal digital utilizando conexões XLR, powerCON e Stage Pin.

Teatro do Colégio Miguel de Cervantes - Remodelação teatral
Além disso, a grelha cenotécnica está integrada às varas de iluminação cênica com pontos de alimentação e distribuição de sinal digital Foto: Alexandre Straub

O resultado são refletores aparentes, que se assemelham a um estúdio de TV. Os camarins foram remodelados e modernizados.

O Teatro do Colégio Miguel de Cervantes precisou de cuidados especiais e da consultoria de um especialista em cenotécnia teatral, o profissional Gustavo Lanfranchi, que, em parceria com o escritório acr arquitetura, buscou soluções para atender às demandas da instituição.

Tratamento teatral

A boca de cena passou a ser completamente aberta e criou-se um proscênio com dimensões para atender às novas demandas. Os degraus e a redução da altura do palco, em relação à primeira fileira de assentos, permitem uma aproximação maior dos espectadores com o palco, criando uma atmosfera mais intimista. A curvatura também foi ajustada para melhorar a visibilidade da plateia.

Os carpetes nas paredes, assim como os pisos, foram substituídos por painéis amadeirados com tratamento acústico, em contraste com o piso e outros elementos em tons sóbrios de cinza e preto. A escolha dos materiais conferiu mais expressão, personalidade, acolhimento e funcionalidade ao ambiente.

O piso de madeira garapa criou um nível de vibração das tábuas ideal para a dança flamenca, pois amplifica o batimento dos pés dos bailarinos. “Esta foi uma característica bem particular do projeto, mas que também se adapta aos outros usos do espaço”, menciona o arquiteto.

Por fim, o forro foi substituído para receber nova iluminação.

Fornecedores desta obra

Forro acústico

Owa Sonex

Escritório

acr ARQUITETURA8 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2016
Conclusão da obra: 2017
Área construída: 1349

Tipo de obra:
Teatros

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo