> > > Edifício do Saber

Edifício do Saber

Edifício do Saber
Prédio composto por salas e laboratórios de ensino foi construído com linhas retas e concreto em abundância – material que garantiu força e solidez à edificação Foto/Imagem:Acervo 3C Arquitetura

Expressão e aprendizado

O Edifício do Saber integra o Parque Tecnológico Itaipu – localizado em Foz do Iguaçu. Chama a atenção pela sua forma linear muito bem estruturada e sua vista privilegiada para o Rio Paraná e a Usina Hidrelétrica. O prédio é composto por salas de aula e administrativas e laboratórios organizados de forma simples e racional.

O projeto, idealizado pelo escritório 3C Arquitetura, foi executado em três fases diferentes. De acordo com o arquiteto responsável Leonardo Poletti, para garantir agilidade à implantação foram escolhidos sistemas de fácil execução que puderam ser aplicados de maneira independente. “Dessa forma, reduzimos conflitos entre as etapas distintas de construção do prédio”, ressalta. A modulação da edificação se configura quase como uma repetição de doze módulos, de 10 x 12,5 m x 4 andares. “Ela se observa no sistema estrutural pré-moldado e também nas peças de fechamento, como por exemplo os brises, cobogós, painéis de drywall, esquadrias, entre outros”, explica.

Projetado com linhas retas e limpas, o edifício possui espaços flexíveis e foi erguido com soluções que potencializam o conforto ambiental. “Podemos observar as proposições de sombreamento e ventilação cruzada das salas de aula, tratamento de parte de efluentes no local, captação de água de chuva e reutilização dos mesmos na própria edificação, utilização de ‘fachada verde’ composta por vegetação na rampa, entre outras soluções”, destaca o arquiteto.

Circulação e contraste

No interior, o edifício foi organizado com circulações horizontais que servem como controles térmicos, devido ao clima úmido da região. As circulações verticais e os espaços de apoio marcam um ritmo longitudinal. A edificação, erguida com a sobriedade do concreto, contrasta com a vegetação densa das margens do Rio Paraná.

Materiais predominantes

O material utilizado em larga escala na obra foi o concreto, presente também nos fechamentos laterais com os cobogós da fachada oeste e os brises da fachada leste. “A estrutura foi praticamente toda executada em peças pré-moldadas, o que foi fundamental para que se reduzisse significativamente o prazo de execução”, conclui.

 


Escritório

3C Arquitetura e Urbanismo2 projeto(s)

Local: PR, Brasil
Início do projeto: 2010
Conclusão da obra: 2011
Área do terreno: 6.500
Área construída: 8.000

Tipo de obra:
Centros Educacionais

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo