> > > Xiaomi

Xiaomi

Xiaomi
Após ter reforma assinada pelos arquitetos do escritório ARKIZ, a sede da empresa chinesa Xiaomi ganhou espaços mais descontraídos, com salas de descompressão Foto/Imagem:Studio Thiago Henrique

Ambiente corporativo mais leve

Situada em São Paulo, a sede da Xiaomi Brasil, fabricante chinesa de smartphones e tablets, teve seu projeto arquitetônico desenvolvido pelo escritório paulistano ARKIZ, que buscou imprimir no espaço os valores e as características da empresa.

“Para a reforma do espaço, seguimos o conceito de permeabilidade visual, integração entre os espaços e uso de materiais incomuns a essa tipologia. Buscamos criar um ambiente descontraído e agradável, estabelecendo uma estética única e que atendesse às exigências do cliente”, conta o arquiteto e diretor executivo, Rafael Brych.

Disposição e uso dos ambientes

A reforma realizada no espaço não implicou nenhuma intervenção estrutural. A maior modificação realizada pelos arquitetos ocorreu nas áreas da copa e dos banheiros.

De acordo com Brych, uma característica dos espaços da Xiaomi é a flexibilidade, ou seja, eles podem ser usados de diferentes formas, alterando-se o layout e fazendo adaptações caso haja alteração no número de postos de trabalho.

“Um dos elementos de destaque do projeto é a escada interna, que conecta o térreo ao andar superior. Ela é composta por elementos de madeira e estrutura metálica e possui fechamento lateral em tela de polietileno. Além de fazer a transição entre a recepção e o espaço de trabalho, ela tornou-se parte do mobiliário do escritório”, comenta o arquiteto.

O pé-direito duplo permite a conectividade entre os dois andares do escritório, além de contribuir para iluminação adequada e sensação de amplitude. A copa é composta por elementos na cor laranja, em referência à marca, criando assim um elemento direto de identificação, traduzido explicitamente nos ambientes.

Outro elemento simbólico do projeto da Xiaomi é a inserção de um contêiner no meio do escritório, representando o desembarque e o estabelecimento da empresa no Brasil. "Vale a pena mencionar também que o local de trabalho está configurado no formato open office, que utiliza o padrão internacional ODF para documentos de escritório", lembra Brych.

Com uma área construída de 290 m2, o escritório conta com salas de reunião e áreas de descompressão espalhadas pelos ambientes.

Escritório

Arkiz5 projeto(s)

Local: SP,Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2015
Área construída: 290

Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

SlideshowDesenhos e plantas
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo