> > > General Prime Burger Shopping Iguatemi Alphaville

General Prime Burger Shopping Iguatemi Alphaville

General Prime Burger Shopping Iguatemi Alphaville
Programa do General Prime Burger, projetado pelo escritório Carvalho e Silveira, adapta-se a configuração pré-determinada de shopping center ao criar espaços de restaurante que priorizam o conforto, com mesas e instalações que atendem a várias circunstânc Foto/Imagem:Junae Andreazza

Acolhedor e funcional

A complexidade do projeto estava em adaptar o programa à configuração pré-determinada na planta da praça de alimentação do shopping center localizado em Barueri, São Paulo. Um salão de 460 m² destinado ao restaurante não atenderia a proposta de estabelecer 130 m² para o terraço, em função de algumas implicações técnicas. Apesar de várias tentativas da arquiteta, não foi possível cobrir a área do terraço com vidro ou toldo retrátil. Existia apenas um pequeno fechamento em vidro nas laterais, com altura baixa e acima do guarda-corpo de alvenaria existente.

“Até tentamos solucionar com um deck de madeira para elevar o piso – o que permitiria uma vista melhor – e com ombrelones para proteger o ambiente do sol. A questão era o clima instável da cidade de São Paulo e o fato de o shopping estar localizado à beira de uma autoestrada, fatores que certamente exigiriam, em algum momento, a acomodação das pessoas no interior da loja, e não haveria espaço suficiente para isso", explica a arquiteta Ana Luiza Carvalho.

Neste cenário, a solução recaiu em uma área a mais de mezanino para complementar o número de lugares necessários à instalação do restaurante. Trata-se de um espaço muito bem planejado em função do baixo pé-direito do estabelecimento. Uma das intervenções foi o uso da iluminação com sancas laterais.

Distribuição para todos os públicos

O programa do restaurante obedece características-padrão em outras lojas da rede. Assim, o layout acomoda mesas grandes para atender grupos ou famílias; mesas menores para casais e outras próximas à fachada de vidro, que permite a visualização do mall do shopping. Há, também, mesas internas que oferecem maior privacidade.

“O grande bar é uma peça importante do projeto. Tem um formato retangular que proporciona seu uso pelo cliente sozinho ou acompanhado, que queira fazer uma refeição mais rápida. A composição também é um grande atrativo para os happy hours nos finais de tarde”, afirma.

A área da cozinha, com estações bem-definidas internamente, é voltada para o salão a partir de um passa-pratos envidraçado. Na área do salão, há a mesa do bufêcom fácil acesso da cozinha para a reposição dos pratos, uma configuração que também proporciona simples circulação para os clientes se servirem.

“Outra exigência foi criar um espaço destinado às crianças, uma brinquedoteca localizada em um trecho propositalmente de boa visibilidade, mas ao mesmo tempo fechado, garantindo a segurança e a tranquilidade dos pais”, complementa.

O projeto também teve o cuidado de implementar sanitários para os clientes, embora esta não seja uma exigência do shopping dentro das lojas, já que há várias unidades espalhadas em seus pavimentos. Para isso, criou-se um lavabo masculino e outro feminino, atendendo a todos com mais conforto.

Estética e funcionalidade

Ainda com a proposta de manter a linha arquitetônica das demais unidades do restaurante, foram utilizados elementos belos e funcionais, como o tijolo aparente esbranquiçado nas partes internas e na fachada voltada para o mall; os pisos de porcelanato amadeirado e carpete – esse no salão superior –; forros acústicos em drywall, com furo quadrado, além de todo o mobiliário do salão, bar, aparadores e marcenaria executados sob medida para atender as especificações do projeto. As lâmpadas mais frias, dispostas no pé-direito mais alto, ajudam a minimizar o calor interno.

“Outro detalhe é a escada de acesso ao salão do mezanino. Definimos algo mais leve, vazado e confortável, que não ficasse no meio do salão. Sob esta escada projetamos o acesso dos garçons para a área de lavagem, conferindo assim maior privacidade”, relata a arquiteta.


Escritório

Carvalho e Silveira7 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2011
Conclusão da obra: 2011
Área do terreno: 448
Área construída: 660

Tipologia:
Comercial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo