> > > Blossom Dreams Hotel (Jima)

Blossom Dreams Hotel (Jima)

Blossom Dreams Hotel (Jima)
Construída com materiais locais, a nova unidade do Blossom Dreams Hotel em Jima Village (China) é abraçada por uma majestosa cadeia montanhosa, paisagem que pautou seu projeto arquitetônico e de interiores Foto/Imagem:Jing Xufeng

Hotel nas montanhas

Os donos da rede chinesa Blossom Dreams Hotel convidaram o escritório Co-Direction Interior Design para desenhar mais um projeto do grupo. O local escolhido para receber a nova unidade foi o famoso condado turístico Jima Village, ao leste de Yangshuo County (Guangxi), conhecido por suas montanhas cársticas, rios sinuosos e belas paisagens, onde as pessoas podem relaxar e ficar longe da agitação urbana.

Poético e natural

Para definir a fachada do hotel-resort, os arquitetos se basearam em dois pensamentos culturais distintos, um de Johann Wolfgang von Goethe (autor e estadista alemão do Sacro Império Romano-Germânico) e outro de Lao Zi (filósofo e escritor da antiga China). “Goethe chamava a música de arquitetura congelada, enquanto Laozi acreditava que um som excelente é difícil de ouvir. Inspirado por essas visões filosóficas, trabalhamos para dar à fachada um ritmo flexível”, revelam os arquitetos sobre como delinearam os detalhes de forma poética e natural.

O Blossom Dreams Hotel foi construído com materiais locais para fazer parte da paisagem. A entrada é marcada por bambus verdejantes, que delimitam o charmoso pergolado e algumas escadas, na intenção de trazer esse elemento regional para os ambientes internos e externos.

A casa de café e chá é totalmente integrada e aberta à paisagem, permitindo que os hóspedes fiquem rodeados pelas montanhas que permeiam o local Foto: Jing Xufeng

O pátio principal externo é formado por caminhos pavimentados com pedras brancas, trechos de grama verde e um lago artificial. No centro tem uma casa de café e chá – bastante popular na cultura chinesa – totalmente integrada e aberta à paisagem montanhosa.

Mais ao fundo do terreno encontra-se a aconchegante área de descanso. Além de ser uma área para relaxar, por ali os hóspedes podem tomar um café, almoçar ou conversar, aumentando o contato entre eles.

Nesse lado do lote, janelas e grandes aberturas servem como molduras para os cenários ao ar livre, que retratam diversas cenas cotidianas. “Os hóspedes podem observar o percurso do sol e os pássaros voando, podem tocar a brisa suave e ouvir os sons da natureza. Eles podem desfrutar de um momento relaxante e tranquilo sem distrações”, comentam os arquitetos.

Conectados com a natureza

Na entrada do hotel está o lobby, um espaço projetado para ser o mais aberto possível e com colunas que dividem visualmente as áreas, dispensando o uso de paredes e criando uma atmosfera livre e integrada. Alguns ambientes foram rodeados por treliças de madeira que garantem a ventilação natural. Cada detalhe mostra um estilo de design minimalista, simplista, mas sem perder o requinte.

Em cada quarto dos hóspedes, a grande janela francesa traz bastante luz natural, e os revestimentos e texturas das paredes proporcionam uma boa impressão visual. Todas as cabeceiras dos dormitórios receberam um acessório de pedra de jade pendurado para dar um destaque diferente no design.

Os banheiros foram projetados com grandes panos de vidro, para estreitar a relação dos hóspedes com a natureza. “O design proporciona uma experiência fantástica de aproximação com a natureza, de enriquecimento do espírito e purificação da mente, tudo bem próximo às majestosas montanhas”, concluem os profissionais.


Escritório

Co-Direction Interior Design5 projeto(s)

Local: GU, China
Conclusão da obra: 2018
Área construída: 3800

Tipo de obra:
Hotéis
Tipologia:
Lazer e Turismo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo