> > > Residência RD

Residência RD

Residência RD
Inserida em um lote com declive bastante acentuado e com uma linda vista ao redor, a Residência RD é uma construção de baixo custo, projetada pelo escritório Belluzzo Martinhão Arquitetos Foto/Imagem:Mariana Orsi

Diferenciais a favor

A Residência RD está localizada nos arredores de Carapicuíba – um dos municípios que compõem a região da Granja Viana, próxima a São Paulo. Seu projeto arquitetônico foi assinado pelo escritório Belluzzo Martinhão Arquitetos, que criou uma morada confortável, totalmente integrada com o entorno e de baixo custo.

Quando os moradores convidaram os arquitetos Gustavo Martinhão e Marcella Belluzzo para desenvolver seu novo lar, deixaram explícito o orçamento disponível, portanto inúmeras medidas foram tomadas para redução de gastos.

Construção econômica

A implantação da Residência RD ocorreu em um terreno acentuado e foi, portanto, distribuída em três pavimentos, para evitar grandes movimentações de terra e acompanhar o perfil do solo. Como terrenos com grandes declives geram mais despesas por conta da necessidade de muros de arrimo, os sócios procuraram aproveitar ao máximo a condição natural da área.

Os muros de arrimo definiram os acabamentos. “Optamos por blocos de concreto estruturais aparentes, sendo assim a casa não tem reboco e pintura, para minimizar os custos”, complementam os arquitetos.

A partir dessas escolhas, o objetivo foi harmonizar os materiais brutos e volumes para criar um design industrial e ao mesmo tempo trazer também aconchego, alcançado através do uso de madeira no forro, na marcenaria e na decoração. Os vidros deram leveza e integraram o jardim e o entorno. As grandes aberturas possibilitaram aos moradores desfrutar diariamente de boa dose de ventilação e iluminação naturais, além de uma bela vista do horizonte.

O térreo foi revestido por um piso de porcelanato com tom de cimento queimado Foto: Mariana Orsi

Todos os materiais ficaram aparentes, tanto nos ambientes externos como internos. A morada foi construída com estrutura mista que, configurada em planos leves e de blocos estruturais, parece flutuar pelo terreno. Algumas vigas e pilares foram encaixados em pontos estratégicos para ampliar o programa, e a estrutura metálica é predominante na cobertura.

Para o térreo foi escolhido um piso de porcelanato com tom de cimento queimado e pastilhas cerâmicas no spa. O deck foi revestido de madeira cumaru e ladrilhos hidráulicos hexagonais permeiam a cozinha e área gourmet. Todo o forro desse pavimento é de madeira cedrinho. No andar intermediário, os dormitórios receberam taco de madeira cumaru.

A residência foi rodeada por esquadrias de alumínio pretas e com bastante vidro para dar leveza e contrastar com os elementos de concreto. “Apesar do estilo mais industrial, esses toques de madeira, junto com a decoração, trouxeram o aconchego necessário aos ambientes”, mencionam Martinhão e Belluzzo.

Programa invertido

O declive acentuado do terreno fez com que o programa da Residência RD, organizado em 250 m², fosse projetado num conceito invertido. O acesso principal é feito pelo pavimento superior, no qual se distribuem, de forma totalmente integrada, os ambientes sociais e a área de serviço. Esse setor foi coberto por uma leve cobertura metálica preta.

Ao atravessar as portas de correr de vidro da sala de estar, os moradores se deparam com o deck. Como um mirante particular, o espaço se abre para horizonte e proporciona belas vistas para a paisagem.

Descendo para o pavimento intermediário, logo no final da escada, fica a biblioteca. “Criamos um platô nesse espaço, bem no centro do terreno, e projetamos um jardim de inverno que também pode ser admirado da sala e serve de entrada para iluminação e ventilação para os ambientes que o circundam”, contam os arquitetos.

Logo após passar pela biblioteca está o corredor íntimo, onde se encontram os três dormitórios – todos com vista para o poente. Descendo por mais um nível, está o pavimento inferior, coberto pela projeção dos quartos, onde os moradores montaram uma sala de música envidraçada e mais um trecho ajardinado.

Veja mais projetos de casas com estrutura mista na Galeria da Arquitetura:

Casa AL, por Studio Arthur Casas

Residência Marubá, por Padovani Arquitetos

Casa Vila del Rey, por Vazio S/A


Escritório

Belluzzo Martinhão Arquitetos3 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2016
Conclusão da obra: 2017
Área do terreno: 560
Área construída: 250

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo