> > > Casa do Vale II

Casa do Vale II

Casa do Vale II
A Casa do Vale II, projetada pelo arquiteto David Guerra, parece uma pintura a céu aberto com vista panorâmica para uma bela paisagem verde, que tranquiliza e acolhe Foto/Imagem:Jomar Bragança

Aconchegante e integrada com a natureza

Localizada numa privilegiada região de Nova Lima (MG), a Casa do Vale II tem uma bela vista panorâmica para as áreas verdes que a rodeiam. Com um projeto de arquitetura moderno e acolhedor, a residência tem espaços fluidos e amplos, de onde os moradores podem contemplar a natureza.

A paisagem desdobra-se no horizonte, como se a casa convivesse com a natureza em todos os pontos David Guerra

Projetada pelo arquiteto David Guerra, a casa tem um programa que visa à tranquilidade e fluidez, de forma que a arquitetura se funde com o entorno, e o volume é emoldurado como uma pintura a céu aberto. “A paisagem desdobra-se no horizonte, como se a casa convivesse com a natureza em todos os pontos”, frisa o profissional.

Integração

Os proprietários queriam uma cada ampla para receber convidados, mas também desejavam privacidade. A fluidez dos espaços gerou uma planta integrada e, ao mesmo tempo, isolada, devido aos espaços independentes, que recebem muita luz natural e ventilação cruzada.

O programa da Casa do Vale II foi organizado em 700 m² e atende a todas as necessidades da família. Ao entrar na residência, do lado esquerdo, há um lavabo com patchwork de ladrilhos azuis desenhados pelo arquiteto David Guerra, um jardim de inverno e um home office que se abre para um pátio privado com um jardim interno.

A entrada da residência é marcada por quatro portas pivotantes que se abrem para o hall. “Deste hall já é possível ver o jardim de inverno, as salas e os demais ambientes sociais, como a cozinha, a varanda na área de lazer e até a escada interna que leva para o segundo andar”, comenta Guerra sobre o primeiro pavimento, que ficou destinado aos espaços sociais.

A integração dos ambientes torna o programa amplo e fluído Foto: Jomar Bragança

As salas de estar e jantar são totalmente integradas com a varanda, que tem uma bela vista 360° do horizonte mineiro. A cozinha e o home theater, também unidos à varanda, podem ser fechados quando desejado. A cozinha é o coração da residência, pois além de estar no centro da planta, conecta-se com quatro áreas: varanda, deck da piscina, salas de estar e jantar.

A área de lazer conta com cozinha gourmet, sala de jogos, deck, piscina, spa, sauna, jardim de inverno e lavabo.

O acesso para o segundo andar é feito por uma escada que sai do pátio interno e é rodeada por panos de vidros que possibilitam a visualização das áreas verdes. “A escada levou a vista do jardim para os ambientes internos”, conta o arquiteto. No segundo andar ficam os dormitórios, todos com terraços privativos. A suíte principal tem vista para os três lados do terreno, sendo um deles o terraço para com closet, banheiro e jardim.

Decoração natural e modernista

O projeto de interiores seguiu o estilo modernista, com elementos naturais como pedra e madeira, além de tijolo, cimento natado e ladrilho. Juntos com a paleta de cores e o paisagismo – assinado por Carla Pimentel –, os materiais deixaram os espaços acolhedores.

Guerra explica que a intenção era promover, com a decoração, a identidade brasileira. Para isso, escolheram mobiliário de designers brasileiros, cortinas de linho e quadros assinados por artistas mineiros. Essas peças se misturam a tapetes tibetanos e objetos que os moradores compraram em viagens ao exterior. Destaque também para o mix de materiais naturais como linho, couro e madeira

Veja outros projetos residenciais conectados com a natureza na Galeria da Arquitetura:

Casa FY, por PJV Arquitetura

Residência OS, por Jacobsen Arquitetura

Casa Aresta, por BLOCO Arquitetos


novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo